Assine o fluminense

Professor de Niterói participará de triatlo

Geógrafo Fernando Pessoa vai encarar o XTERRA neste sábado

Fernando Pessoa é morador do Bairro de Fátima

Theo Moraes/Divulgação

Um professor de geografia, morador do bairro de Fátima no centro de Niterói, vai trocar neste sábado as salas de aula por um cenário bem diferente e radical. Ele vai participar da prova de triatlo do XTERRA Costa Verde, em Mangaratiba. Fernando Pessoa tem experiência de três anos como corredor de provas de asfalto e trail, mas resolveu se desafiar em dose tripla na prova.

“Nos últimos seis meses voltei a praticar natação com o objetivo principal de melhorar o desempenho na corrida, o que tem sido bastante proveitoso, principalmente, ao meu ver, por ser uma atividade de baixo impacto que me auxilia na perda de peso e na melhoria da capacidade cardiorrespiratória. Além disso, nesse mesmo período adquiri uma mountain bike para acompanhar amigos que praticam essa modalidade com maior frequência e em percursos que me chamam bastante atenção. Fazer trilhas de bike foi uma atividade muito presente na minha adolescência e retomá-las têm sido muito prazeroso. Como minha atividade principal é a corrida, e tenho nadado e pedalado para complementar, mas mantendo a regularidade nos treinos, começou a vontade de participar de uma prova de triatlo e me inscrevi no XTERRA Costa Verde, por conta das distâncias e do percurso. Trata-se de uma área muito representativa em termos de vegetação e relevo do estado do Rio de Janeiro”, explicou ele deixando transparecer também o seu lado geógrafo que fica também muito evidente nos vídeos do canal de YouTube Papo de Corrida onde ele sempre faz a análise precisa dos trajetos das provas de montanha em que costuma filmar.

Esse alinhamento entre a corrida e a sua profissão já tinha levado Fernando a participar de outra edição do XTERRA em 2017 em Ponta Grossa no Paraná. Ele estava na cidade para um evento e aproveitou para correr. “Foi uma oportunidade bem interessante, pois eu estava na cidade participando do Simpósio Brasileiro de Patrimônio Geológico e vi que logo após aconteceria esse evento. Não pensei duas vezes na oportunidade de ver de perto as rochas, cachoeiras e os campos gerais predominantes na região ao longo dos 21km do percurso”.

Preparação – Para encarar agora o desafio no triatlo, com 750m natação, somados a 18,5k mountain bike e 5k corrida para fechar, Fernando deu uma encorpada na preparação. “Ainda não possuo um treino específico para o triatlo, por isso essa primeira participação será fundamental e um grande aprendizado. Meus treinos são voltados para a corrida, modalidade que pratico três vezes por semana e com o acompanhamento de um treinador; a natação eu realizo uma ou duas vezes por semana, encaixando nos mesmos dias de treino de corrida; já o pedal eu consigo realizar uma ou duas vezes por mês, apenas, em distâncias que variam de 30 a 50 km, dependendo do percurso, e com altimetria e dificuldade técnica razoáveis, pelo menos para o meu condicionamento”, revelou o professor que também faz musculação duas vezes na semana.

Conciliar essa vida de atleta com a profissional, sem contar a família, também tem sido um grande desafio. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top