Assine o fluminense

Projeto na Concha prepara os jovens para campos da vida

Sociedade Desportiva Juventude atende cerca de 200 atletas em três núcleos divididos em Niterói e SG

Com muito foco, disciplina e determinação, os jovens que sonham em vencer no mundo do futebol se desenvolvem como pessoas e atletas enquanto compartilham o mesmo objetivo

Foto: Lucas Benevides

O esporte é capaz de mudar vidas, e esse é o principal objetivo do Sociedade Desportiva Juventude, projeto social que há doze anos vem fazendo a diferença em Niterói e São Gonçalo. Na iniciativa, que acontece na Concha Acústica, no Centro de Niterói, o Futebol é utilizado como ferramenta para agregar valores disciplinares, éticos e morais que serão levados para a vida de cada jovem participante. À frente do programa está Leonardo da Silva, de 40 anos, que começou o projeto com o objetivo de dar para crianças e adolescentes, com menos condições financeiras, uma oportunidade de escolha na vida através do esporte.

“Eu comecei no intuito de passar valores e ainda apresentar a reeducação dentro do esporte, dando uma boa oportunidade para jovens que têm muito talento e às vezes não têm a chance de demonstrá-los. Como projeto social, queremos passar conteúdo, dinâmica, e graças a deus as coisas vêm acontecendo. Estou muito contente por estar há doze anos mudando a vida desses jovens, mostrando que existe algo além da comunidade. Às vezes um ‘não’ que um garoto desse recebe no esporte é um ‘sim’, para as coisas erradas, para a entrada no tráfico. E eu venho mudando isso, dando chance a todos eles”, contou Leonardo.

O Sociedade Desportiva Juventude conta com mais de 200 atletas entre 5 e 27 anos distribuídos em três núcleos: Concha Acústica, Campo do Sr. Elio, no Salgueiro e no Caio Martins, com aulas de futsal coordenados pelo administrador Jorge Alves. O projeto acontece todas as terças e quintas e oferece aos atletas disciplina tática, dinâmica de jogo além de comportamento dentro e fora de campo. Foi o que mudou a vida de Maik Brito, de 18 anos, morador de São Gonçalo, que estava quase desistindo do futebol.

Objetivo do projeto da Concha Acústica é mudar vidas

Foto: Lucas Benevides

“Estava desanimado, não queria nem mais saber de futebol. Até que um amigo meu me chamou para conhecer o projeto, e resolvi dar uma chance. Comecei a aprender dinâmica, fundamento e voltei a acreditar a partir da minha evolução. O professor Leonardo dá para seus alunos todas as condições para que cresçam como atletas e sem dúvida aqui é um caminho mais curto para eu me tornar um jogador de futebol”, disse Maik.

Alexsandro de Oliveira, que está há 1 ano no projeto, também voltou a ter esperanças com a ajuda do Sociedade Desportiva. 

“Eu cheguei a viajar para São Paulo, na tentativa de crescer no futebol. Infelizmente lá aconteceram alguns problemas e voltei desacreditado. Foi aí que o projeto entrou na minha vida, me levantou e me incentivou a acreditar sempre. Léo é sensacional, cobra bastante de todos nós. Com o incentivo dele, evoluí tanto em campo como dentro de casa. Recomendo a todos”.

O goleiro Mateus de Oliveira, de 22 anos, de Tenente Jardim, já rodou por diversos clubes do Rio, e contou que em nenhum outro lugar aprendeu como no Sociedade Desportiva. 

“Já passei por muitos clubes, mas os treinos que tive com Léo não encontrei em lugar nenhum. Aqui evolui muito com o que ele passa para os jogadores. Tenho um sonho de ser goleiro, ajudar minha família, e inclusive o projeto, que também vem precisando de apoio. Aqui saímos prontos para enfrentar o mundo.” 

O Sociedade Desportiva Juventude, segundo Leonardo, está de portas abertas para aqueles que sonham em jogar futebol e desejam evoluir como pessoa.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top