Assine o fluminense

Radicalismo nas Ilhas Cagarras

Melhores do ranking nacional, na Canoa Havaiana, entrarão na água às 8h deste domingo, na altura de Copacabana

Atleta Fábio Valongo será um dos niteroienses que estarão em ação na competição deste domingo. Eles estão entre os melhores da modalidade

Foto: Arquivo Pessoal

Competição de Canoa Havaiana vai agitar as Ilhas Cagarras, na altura da Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, neste domingo (21). Às 8h, será dada a largada na disputa que vai colocar frente a frente os melhores atletas do ranking brasileiro, que conta com remadores niteroienses. O evento, sem fins lucrativos, está sendo promovido pelo Projeto Ilhas do Rio (PIR) e tem o objetivo de conscientizar os frequentadores e a população em geral sobre a importância de preservar o Monumento Natural das Ilhas Cagarras, que em 2010, tornou-se a primeira Unidade de Conservação (UC) Federal Marinha de Proteção Integral do litoral carioca. É o que explica a gerente de Mobilização Social do Projeto Ilhas do Rio, Mariana Tavares.

“Nossa intenção é envolver toda a população, mas, principalmente, as pessoas que costumam frequentar as ilhas para prática de esporte. Tem muito atleta que vai às ilhas para treinar e muitas vezes, por falta de conhecimento, acaba infringindo os limites legais da UC”, declara Mariana.

A competição será dividida em duas categorias, masculina e feminina, com previsão de término para as 11h. No total, 40 canoístas profissionais participam do campeonato. O percurso terá aproximadamente 15 km. Por se tratar de um trecho em alto mar, o que aumenta o grau de dificuldade, todos os competidores serão atletas de ponta, selecionados pela Confederação Brasileira de Va’a (canoa havaiana), apoiadora do evento. 

Na lista, está o remador niteroiense Fabiano Faria, dono de uma escola de canoa havaiana em Itaipu, Niterói. O atleta,  de 42 anos, que pratica o esporte desde 2012, destaca que o processo de conscientização na população, vai ser facilitado com o crescimento que a modalidade vem tendo nos últimos anos.

“Como o esporte está crescendo, nós levaremos a preocupação com as Ilhas Cagarras para todos. Como o local é o nosso quintal, é importante alertar a população para a preservação. Esse é o principal objetivo. A competição em si vai ser importante para nós remadores participarmos de uma boa disputa, até porque eu estava parado, já que tive um filho recentemente. Além disso vai ser ótimo para rever os amigos.”contou o atleta.

Fabio Valongo, também de Niterói, foi outro convidado a participar do evento. O atleta que  rema desde 2010 também vai representar a cidade e acha que a disputa vai ser concorrida.

“Desde que comecei a remar eu me identifiquei com o esporte, já que sou um amante da natureza. O evento traz uma mensagem importante de preservação e por isso fiquei honrado com o convite.”, disse.

Os vencedores, do 1º ao 3º lugar, ganharão medalhas e brindes do projeto. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top