Assine o fluminense

Sala: autópsia aponta lesões na cabeça e tronco como causa da morte

Corpo do jogador argentino foi encontrado três semanas após queda de avião

Três semanas após o desaparecimento e a queda do avião que levava Emiliano Sala, foram reveladas nesta segunda-feira as causas da morte do jogador. De acordo com a autópsia realizada, o principal motivo da morte do argentino teria sido o forte impacto do avião com a água do Canal da Mancha, que causou lesões fatais em seu tronco e na cabeça.

Os destroços do avião só foram encontrados mais de duas semanas depois do seu desaparecimento com a contratação de um serviço privado por parte da família de Sala. No entanto, o corpo do piloto britânico David Ibbotson, segue desaparecido e o avião, submerso.

Sala tinha acabado de assinar sua transferência do Nantes para o Cardiff City da Premier League e voava até o Reino Unido para se integrar ao novo clube, quando seu avião desapareceu enquanto sobrevoava o canal no dia 21 de janeiro.

Conforme informou a Agência de Investigações de Acidentes Aéreos do Reino Unido, foi aberto um inquérito para investigar o acidente e este pode levar entre seis meses e um ano para ser concluído.

O Nantes prestou sua última homenagem a Sala no domingo, quando todos seus joga dores usaram uniformes pretos, no lugar do característico amarelo, com o nome de Sala escrito na parte traseira de cada camisa.

Além disso, os ingressos para o jogo foram vendidos a um preço simbólico de nove euros em referência ao número da camisa do jogador argentino, que foi inclusive foi aposentado.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top