Assine o fluminense

Seleção encara a Bolívia em teste na altitude de La Paz

Brasil duela com time boliviano, nesta quarta-feira, às 17h, no penúltimo jogo das Eliminatórias Sul-Americanas para 2018

O elenco da Seleção Brasileira recebe instruções do técnico Tite para superar a Bolívia, hoje, às 17h, no estádio Hernando SIles,em La Paz, pela penúltima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de Mundo de 2018, na Rússia

Foto: Divulgação

Um duelo contra dois adversários. Assim pode ser definido o confronto que a Seleção Brasileira fará nesta quinta-feira (05), às 17h (de Brasília), contra a Bolívia, no Estádio Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia, em choque válido pela penúltima rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. Além do time da casa, os canarinhos terão que batalhar contra a altitude de 3.600 metros da capital boliviana.

Para amenizar os efeitos, os brasileiros só viajam para La Paz poucas horas antes do jogo, ficando antes em Santa Cruz de la Sierra, que fica no nível do mar.

Sabemos que realmente é complicado jogar na altitude e que a Bolívia sabe tirar proveito desta situação. Mas estamos preparados e cientes de que a Bolívia é a nossa maior preocupação, pois tem um time muito forte e que pressiona demais quando joga diante de sua torcida. Vamos ter problemas, mas a nossa expectativa é de seguir ganhando na competição - disse o volante Casemiro, que será o capitão da vez dentro do rodízio feito por Tite.

Com 37 pontos conquistados, o Brasil já está classificado e com o primeiro lugar garantido. Já a Bolívia, com 13 pontos em penúltimo lugar, cumpre tabela e não tem mais chances de jogar o Mundial. Apesar disso, os brasileiros esperam problemas.

“Vamos encontrar dificuldades, pois a Bolívia tem qualidade. Mas o meu grupo está comprometido e sabe que precisa se empenhar, pois não há grupo fechado ainda e todos querem disputar o Mundial. As oportunidades de colocar o time para jogar são poucas e por isso devemos aproveitar”, afirmou Tite.

O Brasil terá duas mudanças em relação ao time considerado ideal por Tite. Na lateral esquerda, o treinador perdeu os dois jogadores do seu plantel. Marcelo sofreu uma ruptura fibrilar de grau 2 no bíceps da perna esquerda e foi cortado, assim como Filipe Luís, que sofre com uma lesão muscular na coxa esquerda. Assim, Alex Sandro assume o setor. Na zaga, Thiago Silva vai jogar no lugar de Marquinhos, que fica no banco pois o treinador quer testar o reserva.

Mauricio Soria, técnico da Bolívia, não vai poder dirigir o time por estar suspenso. A missão caberá a dupla Alberto Illanes e Raúl Gutiérrez, mas o treinador chegou a cogitar a possibilidade de dirigir a equipe de um helicóptero. Sobre a partida, ele espera um grande jogo.

“A Bolívia tem feito grandes jogos em casa e a nossa expectativa é que isso se repita agora. O Brasil está classificado e joga o melhor futebol do continente no momento. Será um grande jogo”, disse ele.n

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top