Assine o fluminense

Suécia bate a Coréia do Sul por 1 a 0

Árbitro volta atrás depois de auxílio do VAR e marca pênalti que definiu o placar

Nesta segunda-feira, venceu quem jogou melhor em Nizhny Novgorod. Mesmo com placar apertado, 1 a 0 com gol de pênalti, a Suécia tomou mais a iniciativa do jogo e conquistou os três pontos de forma merecida diante da Coreia do Sul, pelo Grupo F da Copa do Mundo da Rússia. As estatísticas do jogo comprovam o fato, evidenciando o domínio nórdico frente à limitada seleção asiática.

Os suecos tiveram 15 tentativas de chute a gol. Seis delas foram bloqueadas, quatro foram para fora e apenas cinco acertaram a meta defendida por Cho Hyun-woo. Os sul-coreanos, por outro lado, tentaram apenas cinco finalizações no gol de Robin Olsen, sem obter um bom aproveitamento. Três delas foram bloqueadas, enquanto as outras duas acabaram saindo em tiro de meta.

Em termos de posse de bola, a partida mostrou um equilíbrio maior. Dominante durante boa parte do jogo, a Suécia acabou com apenas 52% da posse, tendo um aproveitamento de 83% com os 351 passes certos que deu. A Coreia foi um pouco mais discreta, acertando 78% dos passes, que foram 277 até o apito final.

Um número que chama atenção diz respeito à grande quantidade de faltas marcadas ao longo dos 90 minutos. Foram 43 no total, sendo 20 cometidas pelos suecos e 23 pelos coreanos.

Ambas as seleções voltam a campo no próximo sábado. Às 12h (no horário de Brasília), a Coreia do Sul enfrentará o México, em partida que será disputada em Rostov. Às 15h, a Suécia pega a Alemanha, em Sochi. A liderança da chave é dividida entre suecos e mexicanos, com três pontos para cada e o mesmo saldo de gols.

Fonte: Gazeta Esportiva

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top