NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Tite coloca Alex Sandro na equipe titular

Alex Sandro deverá substituir Filipe Luis na partida deste domingo, contra o Peru, pela final da Copa América, que será disputada no Maracanã, às 17h

Lucas Figueiredo/CBF

Em preparação para disputar a final da Copa América, a Seleção Brasileira treinou na Granja Comary durante a tarde desta sexta-feira. Ainda sem o titular Filipe Luis em plenas condições, o técnico Tite ensaiou o time para enfrentar o Peru com Alex Sandro na lateral esquerda.

O treinamento foi fechado à imprensa, mas o jornal O Estado de S. Paulo acompanhou a movimentação à distância e apurou que Filipe Luis realizou atividades em separado do restante do elenco. Sob o comando do preparador físico Fábio Mahseredjian, o lateral esquerdo fez trabalhos específicos.

Escalado como titular por Tite, desde o começo da Copa América, Filipe Luis sentiu dores musculares no confronto com o Paraguai e desfalcou a Seleção Brasileira diante da Argentina. Caso o atleta não se recupere, Alex Sandro segue como titular para a final.

O goleiro Alisson, poupado por dores nas costas na quinta-feira, treinou normalmente. Assim, Tite armou o time com Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus, Firmino e Everton Cebolinha.

Willian, vitimado por lesão na coxa direita contra a Argentina, foi o único jogador que não esteve no gramado da Granja Comary na tarde desta sexta-feira. O atacante já está fora da final da Copa América, mas permanece com o elenco da Seleção.

O confronto entre Brasil e Peru está marcada para as 17 horas (de Brasília) deste domingo, no Estádio do Maracanã. No sábado, Tite comanda o último treinamento antes da decisão da Copa América e Filipe Luis terá mais uma chance de testar sua forma física. 

Terceiro lugar – Duas equipes que precisam juntar os cacos após a eliminação nas semifinais para lutarem pelo terceiro lugar na Copa América. Essa é a realidade que envolve o confronto entre Argentina e Chile, que se enfrentam nerste sábado, às 16h(de Brasília), na Arena Corinthians, em São Paulo (SP). Os argentinos foram derrotados por 2 a 0 pela Seleção Brasileira em um confronto em que reclamam da arbitragem. Já os chilenos foram atropelados pelo Peru, por 3 a 0, em um duelo onde pouco produziram e foram amplamente dominados.

Reinaldo Rueda, treinador do Chile, deixou claro o sentimento de sua equipe em relação ao jogo.

“Não queremos disputar a partida do terceiro lugar. Mas este é o regulamento e vamos a campo com todo o nosso profissionalismo e com a vontade de ganhar”, disse Rueda.

O treinador foi menos sincero que o meia Arturo Vidal, que disse que o jogo com a Argentina “não tem importância”. Porém, este não é o sentimento dos argentinos, que tentam se manter motivados e tratam o jogo como uma chance de mostrarem que poderiam estar na decisão se não fosse a arbitragem.

“Enfrentamos nas semifinais um árbitro que não estava à altura do confronto. Se você olhar o lado do jogo, acho que a Argentina deveria chegar à final. Mas agora temos que mostrar que poderíamos estar lá fazendo um grande jogo pelo terceiro lugar”, disse o técnico Lionel Scaloni, que será dispensado do cargo tão logo termine o confronto.

Em termos de escalação a Argentina perdeu o meia Marcos Acuña e o atacante Lautaro Martínez, suspensos por acúmulo de cartões amarelos. Giovanni Lo Celso e Ángel Di Maria bruigam pela vaga no meio-de-campo, enquanto que Paulo Dybala assume o posto no ataque.

Uma prova de que o Chile está pouco interessado no jogo é que o zagueiro Gary Medel, o volante Charles Aránguiz e o meia Arturo Vidal deverão ficar de fora para serem preservados, pois apresentam desgastes físicos. Mas a escalação será revelada apenas minutos antes do embate. 


Scroll To Top