Assine o fluminense

Vasco busca vaga na fase de grupos contra o J. Wilstermann

Cruz-maltino enfrenta o Jorge Wilstermann, hoje, às 21h45, em São Januário, pela terceira fase da Pré-Libertadores

O atacante Paulinho, que brilhou contra a Concepción, é uma das armas do Vasco para vencer o Jorge Wilstermann

Paulo Fernandes / Vasco

A dois passos do paraíso. Assim está o Vasco da Gama na atual edição da Libertadores. O clube tem dois jogos pela terceira fase para ingressar na fase de grupos da competição continental. Apoiado em seu histórico na América do Sul e motivado pelos bons jogos realizados contra a Concepción (vitórias por 4 a 0 no Chile e 2 a 0 no Brasil), o Cruz-Maltino enfrenta hoje o Jorge Wilstermann, em São Januário, às 21h45, querendo atingir seu primeiro objetivo na temporada: chegar à fase principal da Libertadores.

O Cruz-Maltino aposta no momento de tranquilidade vivido pelo clube após a crise política enfrentada por causa das eleições, além da mescla entre juventude e experiência. Os meninos, como Paulinho e Evander, brilharam nos primeiros jogos pela competição continental e vêm enchendo o torcedor vascaíno de orgulho. Além disso, nomes experientes como Desábato, Wagner e Wellington vêm dando suporte para a garotada brilhar. Outro destaque da equipe, Yago Pikachu prometeu empenho na sequência da Copa Libertadores.

“Estou muito feliz. Primeiro pela classificação, depois pelos dois gols marcados. Claro que ainda temos um caminho para percorrer, teremos um adversário qualificado na próxima fase e também a altitude. Mas estamos trabalhando com muita humildade para chegar longe nessa Libertadores. Depois do jogo conversamos no vestiário e reforçamos que passamos dessa fase, mas ainda temos um desafio complicado antes da fase de grupos. Temos que trabalhar dobrado e deixar a euforia para a nossa torcida. Tenho certeza que com o apoio deles nós iremos longe”, declarou.

Pikachu espera seguir balançando as redes e colaborando com a equipe, mas reforçou que seguirá priorizando os objetivos coletivos.

“Espero que os gols continuem saindo, e que o Vasco siga vencendo. Independente de quem faça os gols, o mais importante é colocar o Vasco na fase de grupos. Temos que olhar sempre adiante, buscando os maiores objetivos que esse clube merece”, concluiu. 

Destaque no setor defensivo, o zagueiro Ricardo Graça falou sobre o atual momento do time cruz-maltino.

“Passou a ansiedade da estreia. A última partida em São Januário foi a primeira que joguei como profissional com a presença da torcida vascaína. Minha família também esteve me acompanhando e foi um momento muito especial. O mais importante foi ter saído com mais uma vitória, sem sofrer gols e classificados para a próxima fase da Libertadores. Agora temos que manter os pés no chão, não tem nada ganho. Diante do próximo adversário temos que jogar melhor ainda, sempre evoluindo”, afirmou.

O técnico Zé Ricardo deverá mandar a campo a mesma equipe que superou a Concepción nas primeiras partidas da competição. 

Já o Jorge Wilstermann vem embalado pelo triunfo conquistado diante do rival Oriente Petrolero, após vencer o primeiro jogo fora por 2 a 1 e empatar em 2 a 2 na volta em casa.

O time boliviano aposta no talento dos brasileiros do elenco como Luca Gaúcho e Serginho, que marcaram gols no primeiro duelo contra o Petrolero. Além deles, o clube ainda conta com o experiente Alex Silva, campeão brasileiro pelo São Paulo.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top