Assine o fluminense

Vasco tem ‘decisão’ contra o Bangu nesta sábado

Cruz-Maltino precisa da vitória. Partida será às 19h, em São Januário

Jogadores do Vasco terão casa cheia no duelo contra a boa equipe do Bangu. Vitória garante classificação

Rafael Ribeiro/Vasco

Um jogo abre neste sábado a última rodada da fase de classificação da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O Vasco recebe o Bangu em São Januário, a partir das 19h, em um confronto onde ambos precisam do triunfo para atingirem seus objetivos sem precisarem de resultados de outros duelos, todos programados para domingo.

Embalado pela vitória de 2 a 0 sobre o Resende, o Vasco divide a segunda posição do Grupo B com o Volta Redonda, ambos com oito pontos, três a menos que o Fluminense. Com vantagem de um gol a mais no saldo, o Cruz-Maltino, em caso de triunfo, tem grande chances de se garantir nas semifinais da Taça Rio.

Vindo de quatro vitórias consecutivas, sendo a mais recente por 2 a 0 sobre o Americano, o Bangu lidera o Grupo C com 12 pontos e ganhando se garante nas semifinais da Taça Rio e do próporio Estadual, pois tem 19 pontos na classificação geral, que leva em consideração o somatório dos dois turnos, e figura na quarta posição.

Alberto Valentim, comandante do Vasco, prevê um jogo complicado.

“É uma partida perigosa pois as duas equipes precisam do resultado positivo e não podem cometer erros. Vamos precisar trabalhar desde o começo com a posse de bola e procurar nos impor, atacando, mas sem correr riscos”, analisou Valentim.
Os atletas vascaínos planejam usar todas as armas para ganhar, sendo uma das principais, na visão deles, o torcedor.

“O torcedor tem estado ao nosso lado em todos os momentos e quer o time brigando pela Taça Rio. Portanto, vai nos apoiar e vamos procurar corresponder com um triunfo”, disse o goleiro Fernando Miguel.

A tarefa vascaína, porém, não vai ser das mais tranquiolas, poi Ado, técnico do Bangu, sonha com a classificação. Ex-jogador de um dos melhores times da história do clube, vice-campeão brasileiro em 1985, o treinador tem resgatado o sentimento de jogar pela equipe.

“O Vasco tem uma boa equipe, perdeu somente um jogo no ano, estará em casa e devemos respeitá-los. Porém, é o jogo da nossa vida e precisamos entrar em campo para vencer. O Bangu está voltando a mostrar o seu valor e o quão grande é. Os atletas entenderam o que é jogar aqui, estão com sangue nos olhos e fazendo belas partidas. Eu amo o clube e sou um privilegiado em ser o treinador num momento tão feliz”, disse Ado.

O comandante banguense vai repetir a escalação que derrotou o Americano. Pelo lado do Vasco, Alberto Valentim vai promover o retorno do atacante argentino Maxi López, que foi desfalque contra o Resende por ter sido liberado para resolver problemas particulares na Itália.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top