Assine o fluminense

Vela: Brasil disputa etapa italiana da Copa

Martine Grael e Kahena Kunze, que foram ouro em Miami, também estarão na competição

Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan foram bronze na 470, nos EUA

Jesus Renedo/ Sailing Energy

No embalo da boa campanha em Miami, a Equipe Brasileira de Vela volta esta semana ao circuito da Copa do Mundo da World Sailing (Federação Internacional de Vela) para a etapa de Gênova, na Itália. O país terá nove velejadores na competição, incluindo as campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, da classe 49er FX; Jorge Zarif, campeão mundial da Finn em 2013; e as medalhistas olímpicas Fernanda Oliveira, na 470 feminina, e Isabel Swan, na Nacra 17. As primeiras regatas estão marcadas para esta segunda-feira, dia 15, a partir de 6h de Brasília.

“Vai ser um evento difícil. Mas nós temos nos preparado cada vez melhor. Assim como a gente, as nossas adversárias estão correndo todos os campeonatos. Já não é um evento de início de temporada. Todos estão com ritmo de treino e competição, e isso deixa o nível alto”, explicou Fernanda Oliveira, que este ano já foi campeã sul-americana da 470 feminina, terminou em sexto lugar no Troféu Princesa Sofia e conquistou a medalha de bronze na etapa de Miami da Copa do Mundo.

Esta é a primeira vez que Gênova recebe o circuito da World Sailing, e mais de 700 velejadores estão inscritos. As regatas da medalha serão disputadas nos dias 20 e 21 de abril. 

Na primeira etapa de 2019 da Copa do Mundo, em janeiro, o Brasil subiu três vezes no pódio em Miami. Além do terceiro lugar de Fernanda Oliveira e Ana Barbachan, Martine Grael e Kahena Kunze ganharam o ouro na 49er FX, e Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino foram prata na Nacra 17.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top