Assine o fluminense

Carnavais que marcaram época


Nas ruas, passarelas ou clubes, folia na cidade de Niterói sempre foi sinônimo de alegria, sorrisos e muita festa - não importa o ano

Ensaio da Viradouro na Avenida Amaral Peixoto

Luiz Alvarenga/ Arquivo

O carnaval de 2016 começa hoje, mas desde as décadas de 1970 e1980 a folia em Niterói já tinha o seu glamour, seu toque especial. Os dias mais celebrados no país em todo ano sempre foram muito aproveitados por foliões em vários pontos da cidade, de diversas formas e jeitos. 

Alguns gostavam dos blocos de rua, outros preferiam locais mais reservados como clubes; tinha até mesmo aqueles que simplesmente saíam com suas famílias apenas para apreciar o momento pra lá de especial do Carnaval que já foi considerado, à época, o segundo maior do Brasil.

As fantasias sempre foram uma marca registrada do carnaval em qualquer parte do país, pois carnaval em Niterói sempre foi sinônimo de alegria, festa e muita brincadeira. 

“Pessoas se fantasiavam até para ir na esquina”, é  o que diz o advogado Ary Murteira, 64 anos, morador em Niterói desde 1957, e que já aproveitou - e ainda aproveita - o carnaval da cidade.   
 

Bloco dos Imaculados leva alegria para Santa Rosa

Arquivo

“Tudo tem seu tempo, sua época, mas quando falamos de carnaval, o pensamento é um só: diversão e alegria, principalmente em Niterói. Nos anos 1980, as pessoas brincavam mais o carnaval - e quando digo isso, quero dizer que havia mais blocos, mais festa que atualmente. Tudo era festa. Uma época maravilhosa”, explica o advogado, que lembra que a época foi marcante para cidade em termos de evolução.   

“Foi, talvez, a década mais forte das escolas de samba de Niterói. Foi justamente nos anos 1980 que elas se tornaram mais fortes e competitivas. Basta dizer que foi nesse período que a minha querida Viradouro partiu para desfilar no Rio.  Anos 1980... que saudade! Vibração, mais ansiedade pela chegada do carnaval - não para viajar, mas sim para brincar. Lindo”, acrescenta.   

O desfile das escolas e blocos carnavalescos da cidade se dividiam entre a Avenida Amaral Peixoto e Rua da Conceição, no Centro. Já nos carnavais de 1981, 1982 e 1983 os desfiles aconteceram na Passarela do Samba, montada na região onde hoje está instalado o Caminho Niemeyer.   

“Em 1983 desfilei pela escola Combinados do Amor. Foi uma experiência inigualável. Acho que ficamos em 3º lugar. Lembro muito das arquibancadas lotadas e da vibração do povo. Maravilhoso”, encerra Ary.  

Os clubes como Canto do Rio, Avenida Visconde do Rio Branco, no Centro, e o Central, na Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres, em Icaraí, também eram opções para os foliões.

A folia em Niterói na década de 1980 marcou época como um dos melhores carnavais do país, democrático, alegre e para todos os gostos.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top