Assine o fluminense

Estácio de Sá leva a Série A e retorna ao Grupo Especial


Acadêmicos do Cubango ficou na segunda colocação

Estácio de Sá levantou a taça da Séria A

Douglas Macedo

A Estácio de Sá é a campeã da Série A do carnaval de 2019 e, em 2020, passa a desfilar no Grupo Especial. A escola vizinha do Sambódromo, que levou o enredo “A fé que emerge das águas”, terminou a apuração sem perder nenhum décimo, com 270 pontos.

Segunda colocada, a Acadêmicos do Cubango atingiu a melhor posição na Série A em sua história, com cinco décimos a menos. Em terceiro ficou a Unidos do Porto da Pedra, com uma diferença de quase dois pontos para a campeã. A Alegria da Zona Sul terminou em último lugar e foi rebaixada para a Série B, desfilando na Intendente Magalhães no ano que vem.

A torcida da Estácio compareceu em peso ao Sambódromo para acompanhar a apuração, inclusive com a presença da bateria na arquibancada. 

A Estácio dominou o ranking da Série A, permanecendo na primeira posição durante todo o tempo. A escola levou uma única nota 9,9, em Harmonia, que foi descartada por ser a menor das quatro notas lidas no quesito. 

Com o enredo “A fé que emerge das águas”, a Estácio falou sobre o Panamá, a partir da imagem de Cristo Negro de Portobelo, encontrada no mar do Caribe. A comissão de frente foi um dos grandes destaques do desfile, retratando a crucificação do Cristo Negro. Carros grandiosos também chamaram a atenção do público, em uma apresentação considerada impecável.  

Cubango - Mesmo com o segundo lugar, o clima foi de superação na Acadêmicos do Cubango. A escola de Niterói nunca havia atingido o vice-campeonato no carnaval carioca. A verde e branca somou 269,5 pontos, perdendo décimos importantes em Bateria, Comissão de Frente e Fantasia.

O carnavalesco Gabriel Haddad, que assinou o enredo com Leonardo Bora, disse que, apesar do resultado, a escola já saiu vitoriosa pelo público. 

“É uma coisa que não esperávamos, mas estamos felizes porque a Cubango nunca tinha alcançado o vice-campeonato antes. Conseguimos o reconhecimento da mídia e do público que assistiu ao desfile. Foi incrível”, declarou Gabriel. 

Dezenas de pessoas acompanharam a apuração na quadra da Cubango e vibraram com os 10 anunciados.

“Nossa expectativa era o 1º lugar. Reconhecemos que a Estácio realmente estava muito bonita, mas brigamos com eles voto por voto, até o final. Fizemos um desfile maravilhoso! A comunidade abraçou a escola mais uma vez, foi um ano inteiro trabalhando focado na vitória. Temos a certeza que a Cubango passou maravilhosa pela Avenida”, disse um dos componentes da diretoria, Leonardo Madeira. 

A Cubango entrou na Marquês de Sapucaí, no último sábado, como uma das favoritas da Série A. Com o enredo “Igbá Cubango: a alma das coisas e a arte dos milagres”, uma homenagem à memória da agremiação e às raízes africanas, a escola de Niterói levantou o público presente na arquibancada. 

“Nós, da diretoria, choramos com os gritos de ‘É campeã’ no final, com a torcida nos empurrando. Mas o carnaval se decide com os jurados, com os votos. A chapa Resgata Cubango mais uma vez trouxe a Cubango para onde ela merece estar, que é brigando por título”, afirmou Madeira. 

A doméstica Claudete Souza, de 52 anos, acompanhou voto a voto. Lamentando a segunda posição, a torcedora vê com otimismo a preparação para o próximo ano.  

“Óbvio que voltamos para casa abatidos. Não deu dessa vez, mas ano que vem estaremos na briga de novo. Somos uma comunidade unida e nada vai nos abalar. Ano que vem, estaremos brigando de novo pelo título. Uma hora tem que vir, os componentes e a comunidade merecem”, disse Claudete.

Porto da Pedra - Com enredo em homenagem ao ator Antônio Pitanga, o Tigre de São Gonçalo lamentou a terceira posição. Em clima de indignação, o presidente Fábio Montibelo levantou o caneco do terceiro lugar. 

“Perder faz parte do jogo, mas tirar ponto de enredo da Porto da Pedra? Exaltamos a cultura nacional e perdemos para um enredo do Panamá. Foi covardia”, reclamou Fábio. 

Sossego - A Acadêmicos do Sossego, também de Niterói, ficou na penúltima posição, com 265,4 pontos. 

(Com Isabelle Villas Boas)

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top