NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Pronto para cair no samba

Os trabalhos no barracão da Viradouro seguem adiantados. A expectativa é concluir as produções ainda este mês

Foto: Divulgação/ Maurício Antunes

Se o carnaval fosse hoje, a Unidos do Viradouro já estaria em plenas condições de disputar o título da Série A e a tão sonhada vaga no Grupo Especial. A vermelho e branco de Niterói já está com cerca de 80% de suas alegorias e fantasias prontas para a Marquês de Sapucaí. A expectativa é que todo o trabalho seja concluído ainda neste mês de janeiro.

“Faltam apenas ajustes. Estamos seguindo o cronograma normal, sem atrasos. Tenho uma maneira de trabalhar, seguindo um planejamento. Acho que é isso que faz dar tudo certo. O tempo, a organização e o amor ao trabalho fazem toda a diferença”, garante o presidente da Viradouro, Marcelinho Calil.

Depois de enfrentar um carnaval turbulento no ano passado, com atrasos, crise financeira e administrativa – e até a possibilidade de não pisar na avenida –, desta vez os componentes podem respirar aliviados. O clima de renovação e amor pelo pavilhão é facilmente notado durante os ensaios da vermelha e branco, em sua quadra, no Barreto, e também na Avenida Ernani do Amaral Peixoto. Com um enredo que viaja pelas invenções científicas e artísticas, traçando um panorama entre a genialidade e a loucura, a escola está confiante no título. 
 

Essência do samba na Rua da Conceição

A Império de Arariboia, representante do bairro de São Lourenço na Rua da Conceição, vai apostar num ícone do samba para conquistar o posto de campeã do carnaval de Niterói. Zé Katimba, também morador da cidade, será homenageado pela agremiação e tem presença marcada durante o desfile. Outros compositores niteroienses vão participar da apresentação: Inácio Rios (filho do Katimba), Mônica Mac, Bebeto Maneiro e Thiago Carvalhal (os dois do Sambaí) são alguns deles. “Ele (Zé Katimba) está muito empolgado e feliz pelo convite”, garante o presidente da escola, Wanderley Lopes.


Coração dividido

A rainha de bateria da Acadêmicos do Sossego, Maryanne Hipólito, de apenas 19 anos, ensaia pesado para encarar a Sapucaí. Além da escola do Largo da Batalha, a bela também desfila pela Acadêmicos do Salgueiro, completando cinco anos como passista da vermelho e branco. Acha que parou por aí? Não! A jovem ainda vai encarar a Unidos do Viradouro. Disposição é o que não falta para essa moça.

Bloco será marcado por protesto em SG.

Foto: Divulgação

São Gonçalo: política no enredo 

A onda de protestos políticos que marca o carnaval 2018 também chegou em São Gonçalo. O bloco “Quem Manda é a Mulher”, marcado para o dia 27 de janeiro, às 13h, na Praia das Pedrinhas, critica o prefeito José Luiz Nanci. A camisa retrata problemas como a má coleta de lixo e, claro, a fama de “mandona” da primeira-dama, Eliane Nanci. 


Folia no Maraca

Para quem não curte samba, o “Rio Carnaval dos Sonhos” traz os principais nomes do pop e eletrônica, como Alok, para o Maracanã, entre 9 e 12/02. Os ingressos custam a partir de R$90.


Verba mantida

O valor da subvenção das escolas de samba e blocos que desfilam na Rua da Conceição será mantido pela Neltur: mais de R$ 1,3 milhão. A verba será repassada ainda este mês. 

Scroll To Top