Assine o fluminense

Sossego leva 'Diabo Crivella' para a Avenida


Escola nega e diz que semelhança com o prefeito do Rio é 'mera coincidência'

Escola nega e diz que semelhança com o prefeito do Rio é “mera coincidência”

Foto: Reprdução

A Acadêmicos do Sossego, que desfila pela Série A do carnaval carioca, levará para a Marquês de Sapucaí uma escultura do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, caracterizado de diabo. A imagem virá na quarta alegoria da agremiação. A azul e branco do Largo da Batalha, no entanto, alega que qualquer semelhança da estrutura com o chefe do Executivo do Rio é “mera coincidência”. 

A polêmica começou quando imagens do carro alegórico foram divulgadas na internet. A Sossego informou que a escultura representa o demônio da intolerância, mas, apesar da grande semelhança, não confirmou ser uma reprodução da imagem do prefeito. 

A escola disse que ainda não sabe se irá tomar alguma medida em relação à alegoria, por causa do vazamento da imagem. 

A foto divulgada mostra apenas a escultura em vermelho, de um homem que parece o prefeito, com dois chifres. 
A Sossego tem como enredo em 2019 “Não se meta com minha fé, acredito em quem quiser”, sobre a liberdade religiosa. 

Crivella tem sido alvo de críticas no mundo do samba desde que assumiu o Executivo carioca. Uma de suas medidas foi a redução de 50% da subvenção dada às escolas que desfilam na Marquês de Sapucaí. A decisão tem levado as agremiações a enfrentar graves crises financeiras. 

No ano passado, a Estação Primeira de Mangueira levou para a Passarela do Samba o enredo “Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco”, uma crítica à administração de Crivella e a falta de incentivo ao carnaval. A última alegoria trazia uma escultura do prefeito como um boneco de Judas. 

Procurada, a assessoria de imprensa de Marcelo Crivella disse que ele respeita a liberdade de expressão, mas que não ia comentar o caso.  

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top