Assine o fluminense

‘Disputa do tráfico motivou ataque em condomínio’

Dois suspeitos do crime já foram identificados pela Divisão de Homicídios

Delegado Marcus Amim afirma que dois suspeitos dos disparos já foram identificados

Foto: Arquivo / Douglas Macedo

A Divisão de Homicídios (DH) de Niterói já identificou dois suspeitos de participarem de um ataque no último sábado no Condomínio Parque dos Bem Te Vis, do Programa Minha Casa Minha Vida, no Jóquei, em São Gonçalo, que terminou com uma pessoa morta e quatro baleadas. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Marcus Amim, a principal linha de investigação é a disputa por pontos de venda de drogas naquela localidade. 

“Já são quatro inquéritos policiais instaurados ali em razão dessa disputa. Já temos pelos menos dois autores identificados que estão envolvidos em eventos similares naquela região. Eles já têm prisão preventiva expedida por solicitação desta delegacia”, declarou o delegado, sem revelar a identidade dos acusados. 

Todos os feridos foram levados para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), onde encontram-se internados, entre eles um menor de 14 anos, irmão do homem que foi morto.

De acordo com a polícia, por volta das 22h de sábado, traficantes do Morro da Dita, no Jóquei, liderados por um homem conhecido como “Cambinho”, invadiram o condomínio e atiraram contra um grupo de pessoas. Segundo a polícia, bandidos ligados à facção criminosa Terceiro Comando dos Amigos (TCA) foram atacar rivais do Comando Vermelho (CV) que comandam a venda de drogas no local. Ainda de acordo com a polícia, uma das vítimas do bando, um jovem de 19 anos, foi baleada quando ia comprar refrigerantes e morreu no local. Nesta segunda-feira (11), segundo a polícia, Cambinho foi morto em confronto no Morro da Dita.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Rafael Cardoso Ribeiro
Caminho morreu em confronto com a PM no morro da uva.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top