Assine o fluminense

Bandidos desafiam a polícia

Criminosos armados passaram de carro pela Alameda e apontaram armas na direção da Delegacia do Fonseca

Policiais da 78ª DP (Fonseca) não souberam informar se ameaça à delegacia teria sido em represália à ação de PMs que apreenderam um fuzil e deixaram um morto em confronto na Vila Ipiranga

Divulgação/PM

A violência voltou a aterrorizar o Fonseca, na Zona Norte de Niterói. Nesta terça-feira , por volta das 16 horas, quatro criminosos armados de pistolas que estavam em um Onix prata e trafegavam pela Alameda São Boaventura, ao passarem em frente à 78ª DP (Fonseca), colocaram as armas para fora do carro e apontaram em direção à delegacia. A polícia não soube informar se a ameaça foi em represália a uma ação da PM na Vila Ipiranga que terminou com um suspeito morto e um fuzil calibre 7.62 apreendido na tarde desta terça-feira (22). 

Mais cedo, por volta das 13 horas, uma dupla de moto assaltou um advogado em frente ao escritório na Rua Desembargador Lima Castro, que estava passando por obras para ser inaugurado na semana que vem.
André Luiz Cavalcante de Souza (39) contou que foi abordado, quando saía do estabelecimento. Segundo o advogado, as pessoas que estavam nos comércios em volta presenciaram o assalto. 

 “Eu estava abrindo a porta do meu escritório para o meu pedreiro fazer um serviço. No momento, eu estava de costas e eles passaram, da primeira vez, pararam e ficaram olhando para mim. E acho que eles ficaram assustados com o veículo que estava se aproximando, seguiram mais a frente. Eles voltaram e, quando eu virei, o garupa que estava na moto se aproximou puxando a pistola aos gritos de ‘Passa o cordão!”. O meu cordão, que tem trava de segurança, demorou a soltar. Então eu falei se era para arrebentar. O ladrão insistiu. O outro homem que estava pilotando disse para o comparsa para que colocasse a arma na minha cabeça. Arrebentei o cordão e junto, eles pediram o relógio. Os bandidos me pediram a carteira, mas disse que só tinha documentos. Então, eles já estavam montando na moto e logo depois, eles seguiram sentido Noronha Torrezão”, contou a vítima.  

Assalto a advogado foi registrado por câmera de segurança da região

Reprodução de vídeo

O advogado comentou a falta de segurança na região. Segundo ele, no último sábado (19) dois bandidos entraram na casa de vizinhos, porque estavam sendo perseguidos pela polícia.

A polícia, segundo ele, fez o cerco, mas não conseguiu pegar os criminosos porque eles renderam um casal de senhores de idade e mantiveram as luzes da residência estarem apagadas. Os policiais foram embora e, logo em seguida, os bandidos saíram da casa dos idosos. 

“Os assaltos são constantes na região e sem hora definida. Acontecem assaltos, roubos e até invasão de domicílios. Moradores da região estão se reunindo para conseguir uma base da equipe do Niterói Presente para realizar um policiamento na região”, disse Fernanda Arenásio, mulher do advogado. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Falo mesmo
Moto com dois na garupa tem que ser parado e revirado de cabeça para baixo pois a maioria é tralha !
Vote up!
Vote down!

: 1

You voted ‘up’

Falo mesmo
Tem que fazer uma varredura nestes mototáxis da São Januário pois só tem tralha e a policia finge que não ver eu me pergunto cade a guarda municipal par da um jeito neste Fonseca!
Vote up!
Vote down!

: 1

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top