Assine o fluminense

12º BPM recebe novas viaturas

Veículos permitirão reforço no policiamento durante a madrugada, mas comandante ainda cobra efetivo

Das dez novas viaturas que chegaram ao Batalhão de Niterói, duas serão usadas no patrulhamento de Maricá

Marcelo Feitosa

As ruas de Niterói e Maricá ganharam nesta quarta-feira (13) reforço no policiamento. Dez novas viaturas foram incluídas nas rondas pelos bairros. Os veículos de modelo Nissan Versa fazem parte das medidas tomadas pela Polícia Militar para renovar as frotas dos quartéis.

Segundo o comandante do 12º BPM (Niterói), tenente-coronel Sylvio Guerra, as viaturas começaram a circular pela cidade à tarde, e permitirão o reforço do policiamento durante as madrugadas. Oito delas ficarão em Niterói, e duas em Maricá. 

“Além das novas viaturas, todas 0km, equipadas e climatizadas, possibilitarem uma melhor condição de trabalho ao policial militar, pois se tornam um importante instrumento focado na ostensividade e no patrulhamento, a sociedade, consequentemente, também ganha muito com isso”, declarou o comandante.

No primeiro semestre de 2018, o 12º BPM já havia recebido 29 novas viaturas, do modelo Ford Ka. De acordo com Guerra, a previsão é de que no mês de abril novos veículos cheguem no batalhão de Niterói. 

No mês passado, quando Sylvio Guerra completou um mês no comando do batalhão, ele anunciou que seria reforçado o patrulhamento em áreas com grandes índices de crimes na cidade durante a madrugada. Na época, o comandante afirmou que, para que o planejamento fosse bem-sucedido, a corporação também precisaria ter um maior número de efetivo. 

"Ainda não é o cenário ideal, e precisamos de maior efetivo. Estamos modificando aos poucos" Sylvio Guerra Comandante do Batalhão de Niterói

Marcelo Feitosa

“A chegada das novas viaturas é fundamental para pôr em prática o planejamento de reforçar o policiamento na madrugada em Niterói. Isso porque o foco do comando é a ostensividade que faz com que aumente a sensação de segurança, além do combate ao tráfico de drogas. Lembrando que ainda não é o cenário ideal, e precisamos de maior efetivo. Estamos modificando aos poucos”, disse Guerra. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top