Assine o fluminense

Fatura chega antes do cartão e caso vai parar na delegacia

Morador de São Gonçalo é cobrado por compra que não poderia ter feito

Indignado com a cobrança, morador procurou a DP para registrar queixa

Marcelo Feitosa

Um morador de São Gonçalo registrou queixa na 73ª DP (Neves) após receber em casa a fatura de um cartão de crédito que não possui. A fatura, de R$ 1.139, é de um cartão vinculado a uma conta que ele abriu em abril deste ano na Caixa Econômica Federal (CEF), mas que diz não ter recebido. 

Apesar do valor estar discriminado na fatura, o nome do estabelecimento onde foi realizada a transação não aparece. Consta apenas a inscrição e a cidade: Rio de Janeiro. 

“O que mais me espanta é o fato desses bandidos conseguirem desbloquear o meu cartão. Para fazerem tal coisa, eles precisam ter acesso aos meus dados e isso é muito grave. Eu não vou pagar por algo que eu não comprei e espero que o banco faça a parte dele”, declarou.

Em nota, os Correios informaram que “de acordo com procedimento desses serviços, ao realizar a entrega ao destinatário deste tipo de objeto, o carteiro solicita documento e assinatura da pessoa que faz o recebimento. A CEF não respondeu até o fechamento desta edição. 

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top