Assine o fluminense

Fila volta a andar no Morro do Estado

Preso pela polícia, acusado de chefiar o tráfico local não durou mais de uma semana no controle da comunidade

Segundo informações da polícia, acusado estava armado e resistiu à prisão

Marcelo Feitosa

Uma operação conjunta do Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 12º BPM (Niterói) com o Setor de Investigação (SI) da 76ª DP (Centro) prendeu na noite de quinta-feira (18), um homem apelidado de “Baixinho Omar”, apontado como chefe do tráfico do Morro do Estado, na região central de Niterói. 

Segundo a polícia, o acusado resistiu à prisão e houve confronto. Ele teria assumido o controle do tráfico na comunidade há uma semana, após a prisão de “Boladinho”, realizada por policiais da 76ª DP com o apoio de agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) na comunidade Menino de Deus, no Rocha, em São Gonçalo, onde estava escondido.

“Baixinho Omar” foi capturado na parte de mata do Morro do Arroz, localizado ao lado do Estado. Com ele foram apreendidos entorpecentes, munições de fuzil e pistola, além de radiotransmissores. 

O Setor de Investigação da 76ª DP tentava capturá-lo desde 2013. Segundo informações da Polícia Civil, “Baixinho Omar” é considerado antigo na administração do tráfico de drogas e faria parte do crime desde quando o Morro do Estado era controlado pela facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP). 

Em maio deste ano, a rival Comando Vermelho (CV) invadiu o Morro do Estado, tirando o controle do tráfico do TCP. Baixinho já havia cumprido 14 anos de prisão e atualmente tinha contra si quatro mandados e oito anotações criminais por roubo qualificado e tráfico de drogas.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top