Assine o fluminense

Intervenção: três militares já foram assassinados

Ele foi ferido durante operação militar nos complexos do Alemão, Maré e Penha na última segunda

O soldado Marcus Vinicius Viana morreu nesta quarta-feira (22) no Hospital Central do Exército, em Benfica, Zona Norte do Rio. Ele foi ferido na perna durante uma operação militar nos complexos do Alemão, Maré e Penha na última segunda-feira (20). Marcus Vinícius é o terceiro militar morto desde o início da intervenção militar no Rio, em fevereiro.

No início da tarde, o presidente Michel Temer lamentou, em sua conta no Twitter, a morte do soldado. No confronto de segunda-feira, também morreram o cabo Fabiano de Oliveira Santos e o soldado João Viktor da Silva. Ambos foram enterrados ontem no Cemitério de Mucajá, em Engenheiro Pedreira, na Baixada Fluminense.

A megaoperação militar envolveu 4,2 mil agentes das Forças Armadas e 70 policiais civis em 26 comunidades. Blindados e helicópteros foram empregados nas ações.

Além dos militares, cinco suspeitos morreram e outros 70 foram presos. Uma equipe da Defensoria Pública do Rio acompanhou ontem as audiências de custódia dos 70 presos.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top