Assine o fluminense

Jovem atingida por bala perdida morre após 10 dias internada

Mulher de 25 anos trabalhava em lanchonete de Nova Brasília quando foi atingida

Foi sepultada na tarde desta quinta-feira (27), no Cemitério Confraria Nossa Senhora da Conceição, no Barreto, o corpo da auxiliar de lanchonete Larissa Ferreira da Silva, de 25 anos, que morreu na noite de quarta-feira (26), no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca.

Ela ficou internada 10 dias após ser atingida por bala perdida durante confronto entre traficantes e policiais militares do 12º BPM (Niterói) na comunidade Nova Brasília, na Engenhoca, Zona Norte de Niterói, no último dia 15. 

Na ocasião, a polícia foi checar uma denúncia de baile funk no local. De acordo com a polícia, logo assim que os militares chegaram na entrada da comunidade, foram recebidos a tiros por bandidos com armas de grosso calibre. A polícia afirma que o blindado que estava no local para dar apoio à ação foi alvo de tiros quando passava pela Rua Zalmir Garcia. Efetuando disparos, os bandidos tentavam impedir que os policiais chegassem até o campo onde aconteceria o baile promovido pelos traficantes. Após o confronto, a jovem que estava trabalhando em uma lanchonete no local foi encontrada baleada, atingida no abdômen. 

Na ação, a polícia apreendeu 27 caixas de som que seriam usadas na realização do baile. Na 78ª DP (Fonseca), onde o caso foi registrado, os PMs disseram que o tiro que feriu a vítima não foi disparado por eles.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top