Assine o fluminense

Justiça manda soltar jovem acusado de crime em Guaratiba

Revogação da prisão atendeu ao pedido do Ministério Público

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) mandou soltar Leonardo do Nascimento dos Santos, confundido com um dos assassinos do jovem Matheus dos Santos Lessa, no último dia 15. Durante assalto em uma mercearia, em Guaratiba, zona oeste do Rio, Matheus foi morto a tiros defendendo a mãe, proprietária do pequeno comércio.

A revogação da prisão de Leonardo atendeu ao pedido do Ministério Público, após a identificação dos verdadeiros assassinos: Yuri Gladstone Guimarães e Adeílton Santana de Oliveira, este conhecido por Boquinha. Yuri foi preso por policiais da Delegacia de Homicídios e, além de confessar o crime, acusou Adeílton, que está foragido. A prisão temporária de ambos já foi pedida.

Leonardo foi apontado inicialmente por testemunhas como autor dos tiros, devido à sua semelhança física com Yuri. Parentes de Leonardo chegaram a fazer protestos no final de semana, na porta do presídio.

Em seu depoimento à polícia, Yuri apontou Boquinha e um terceiro participante no assalto, identificado como Matheus, responsável por dirigir um Ecosport, utilizado na fuga.

Yuri declarou ainda ter atirado em Matheus dos Santos Lessa, quando ele tentou defender a mãe. O assalto, seguido de morte, rendeu aos acusados somente R$ 30 e um celular, roubado de uma cliente.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top