Assine o fluminense

Justiça nega pedido de liberdade à mulher de 3N

Brenda Oliveira dos Santos foi presa durante uma operação da Core no Complexo da Maré

Brenda é mulher do traficante Thomas Jhayson Vieira Gomes, o 3N

Arquivo Pessoal

A justiça negou o pedido de liberdade provisória feito pela defesa da jovem Brenda Oliveira dos Santos, de 22 anos, esposa do traficante Thomaz Jhaíson Vieira Gomes, o 3 N, ex-chefe do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. A mulher foi presa no último dia 6, durante uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil, no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio. 

A decisão foi de desembargador Antônio José Ferreira de Carvalho, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio. No despacho o magistrado diz que o procedimento adotado pelos agentes foi lícito. Também foi negado o pedido de prisão domiciliar à Brenda, que é mãe de uma criança recém-nascida. 

Brenda foi indiciada por associação ao tráfico de drogas. Na ocasião da prisão, ela estava na mesma casa onde morreram oito seguranças de 3N durante uma troca de tiros com agentes da Core. Além dela, outras duas pessoas foram presas. Na mesma operação a polícia apreendeu sete fuzis, três pistolas, 14 granadas, drogas e R$ 33 mil em dinheiro. 

Segundo investigações da Polícia Civil, o traficante 3N deixou de fazer parte do Comando Vermelho (CV) após ser acusado pela cúpula da facção de ter orquestrado a morte de seu ex aliado, Schumaker Antonácio Rosário, o Schumaker, do Jardim Catarina. Desde então, ele teria se juntado ao Terceiro Comando Puro (TCP), mudando até mesmo seu codinome de 2N para 3N. 

O portal dos procurados, do Disque-Denúncia, oferece uma recompensa de R$ 20 para quem passar informações que levem à prisão do traficante. 

  

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top