Assine o fluminense

Morador de São Gonçalo cai em golpe aplicado na internet

Vítima disse que comprador de carro anunciado forjou depósito em caixa eletrônico

Vítima contou que queria vender o carro, pois precisava juntar dinheiro para comprar outro

Marcelo Feitosa
 

Um homem de 36 anos caiu em um golpe e perdeu o veículo que anunciou no site OLX. Segundo a vítima, o comprador enviou por aplicativo de mensagem um suposto comprovante de depósito e o carro foi entregue logo em seguida,  no último dia (29). O veículo era anunciado por R$ 3 mil, pois encontrava-se com o motor avariado. Ao consultar posteriormente a sua conta bancária, a vítima constatou que o comprovante de depósito era referente a um envelope vazio depositado em um caixa eletrônico. A ocorrência foi registrada na 72ª DP (Mutuá).

A vítima contou que queria vender o carro, pois precisava juntar dinheiro para comprar outro. 

“Eu anunciei e três dias depois um homem, morador de Resende, começou a conversar comigo. Trocamos mensagens e expliquei tudo sobre o carro e os motivos da venda. Até estranhei porque ele era de muito longe, mas ele disse que tinha um amigo que trabalhava com reboque e que iria vir até São Gonçalo pegar o carro [em Santa Catarina]”, contou. 

“Como ele me enviou o comprovante, eu infelizmente não tive a maldade de desconfiar que não havia sido feito o depósito. O comprador mandou o reboque e eu entreguei o carro. Como era o início de um final de semana, eu esperei a segunda-feira e quando fui checar, não tinha dinheiro nenhum. Depois disso, mandei mensagem para ele [comprador], que disse ter havido um erro e que iria verificar com o banco. Depois, me bloqueou [no aplicativo] e não me atendeu mais”, afirmou a vítima. 

A OLX explicou em nota que a “atividade da empresa consiste na disponibilização de espaço para que usuários possam anunciar e encontrar produtos e serviços de forma rápida e simples. Diariamente, cerca de 500 mil novos anúncios são inseridos na plataforma. Toda negociação é realizada fora do ambiente do site, assim, a empresa não tem controle sobre as transações feitas entre os usuários”.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top