Assine o fluminense

Na Zona Sul, Exército segue realizando blitz

Blitz em Charitas mobilizou 10 militares em duas viaturas do Exército

Blitz foi realizada nos dois sentidos da Avenida Sílvio Picanço, em Charitas

Evelen Gouvêa

Enquanto a Zona Norte convive com tiroteios diários desde o início da semana, homens do Exército marcam presença na Zona Sul. Segundo moradores, quase  diariamente os militares têm realizado blitz em ambos os sentidos da Avenida Prefeito Sílvio Picanço, principal via de Charitas. 

Nesta quarta-feira (5), duas viaturas do Exército com mais de 10 homens foram posicionadas no local, fiscalizando a documentação de motoristas de carros e motos, assim como as malas dos veículos. 

“Este último mês fizeram blitz muitas vezes aqui, mas agora as pessoas já sabem que pode encontrar os militares, então evitam passar. Para ser surpresa, tem que mudar o ponto, só não pode parar de fazer”, opina o despachante de uma empresa de ônibus que trabalha próximo ao local. 

De acordo com o Presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Niterói, Leandro Santiago,   a guerra do tráfico alcançou uma dimensão que ultrapassa o dominío da Polícia. “A PM tem feito sua parte, apesar das restriões de recusos. Porém, as Forças Armadas estão sendo homiças ao fechar os olhos para a guerra civil que acontece na Zona Norte.

Até o fechamento desta edição, o Comando Militar do Leste (CML) não havia se manifestado sobre as ações do Exército realizadas em Niterói. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top