NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Niterói: índices de criminalidade caem pela sexta vez consecutiva


Pelo sexto mês consecutivo, os índices de criminalidade apresentaram redução em Niterói, de acordo com levantamento do Instituto de Segurança Pública (ISP).  Os roubos de rua caíram 34,38% no mês de junho em relação ao mesmo período do ano passado. Em maio, esse índice já havia apresentado queda de 27%. No mês passado, houve ainda a redução de outros índices de criminalidade em Niterói, como o de roubo de veículos, com queda de 18,67%, em comparação com o mesmo período no ano passado.

Para o prefeito Rodrigo Neves, o resultado reflete os investimentos da Prefeitura na área de segurança, mesmo sendo uma atribuição do estado. 

“Os investimentos da Prefeitura no Proeis e no Niterói Presente, dois programas totalmente custeados pelo Município, além dos investimentos na Guarda Municipal e no Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) contribuíram para a essa redução consistente dos índices criminais atestada pelo ISP. Também tiveram influência as ações já implementadas de prevenção do Pacto Niterói contra a Violência. Atualmente, 60% do policiamento nas ruas de Niterói são bancados pela Prefeitura. Esses números mostrar que os esforços estão surtindo efeito. Por isso, vamos continuar investindo para termos uma cidade mais segura”, ressalta o prefeito Rodrigo Neves.
 
Investimentos - Atualmente, dois terços do policiamento de Niterói é garantido por investimentos diretos da Prefeitura de Niterói por meio dos programas Niterói Presente e Proeis. Os dois programas são resultado de convênios da prefeitura com o Governo do Estado, onde o Município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folga. No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados, e agentes civis contratados pela Prefeitura.

“Já são seis meses com queda em roubos de veículos e sete com redução de roubos de rua. Essa é a maior prova de que estamos indo no caminho certo. As estratégias estão sendo montadas, e a integração entre o Município e as forças de segurança está dando certo. A tendência é melhorar ainda mais”, comemora Paulo Henrique de Moraes, secretário Executivo do Gabinete Integrado de Segurança Pública da Prefeitura.

Segundo os dados do ISP, houve redução no número de roubos de rua nas principais regiões da cidade. Na área da 76ª Delegacia Policial, no Centro, foram registrados, em junho deste ano, 71 roubos, contra 76 registrados em junho de 2018, uma redução de 6,58%. A maior queda neste índice foi na área da 81ª DP, em Itaipu, onde foram registrados 22 roubos de rua, em junho deste ano, contra 77 no mesmo período do ano passado, uma queda de 71,43%. O indicador para roubo de rua é composto pela soma das ocorrências de roubo a pedestres, roubo de celular e assalto em ônibus.

Na área da 77ª DP, no bairro de Icaraí, a queda foi de 42,62%, com 35 roubos registrados em junho deste ano, contra 61 em junho do ano passado. Na área da 79ª DP, em Jurujuba, a queda foi de 44,44%, com 25 roubos registrados em junho deste ano, contra 45 em junho de 2018.

“Quando assumi o comando, há sete meses, iniciamos uma estratégia diferenciada de combate ao tráfico de drogas e começamos a trabalhar para buscar o retorno da sensação de segurança da população, assim que assumi o comando do 12º Batalhão da Polícia Militar”, afirma o comandante do 12º Batalhão, Sylvio Guerra. “A Prefeitura tem um papel fundamental disponibilizando ferramentas como câmeras do Cisp e o sistema de cercamento eletrônico (Portais de Segurança) e ainda custeando o Proeis e o Niterói Presente”.

Segundo o ISP, as cinco distritais da Polícia Civil, as cinco companhias da Polícia Militar e as cinco inspetorias da Guarda Municipal de Niterói cumpriram as metas de redução de roubos de rua em suas áreas de atuação.

O ISP registrou ainda uma queda no número de roubo de veículos em Niterói de 18,67% em junho. O índice confirma a tendência de redução deste tipo de crime depois do início das operações dos Portais de Segurança, modelo de cercamento eletrônico que monitora as entradas, saídas e principais vias da cidade por um sistema de identificação inteligente através de câmeras em todas as regiões da cidade. Em maio, a queda já havia sido significativa, de 18,34%. Em junho, foram registrados 122 roubos de veículos, contra 150 no mesmo período de 2018.

“A dedicação da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil e toda a estrutura da Prefeitura fazem com que os resultados apareçam na área da segurança pública. Essa soma de esforços que existe em Niterói não acontece em nenhum outro lugar do Estado”, afirma Gilson Chagas, secretário de Ordem Pública de Niterói.
 
Portais de Segurança – Em maio começaram as operações dos Portais de Segurança, sistema de cercamento eletrônico que passou por uma fase de testes nos primeiros dias do mês. Os Portais de Segurança usam inteligência artificial e 70 câmeras para identificar carros roubados, furtados ou clonados em frações de segundo. Os equipamentos, instalados nas entradas, saídas e principais vias da cidade, emitem alertas para que o veículo seja rastreado e interceptado pela polícia. A tecnologia conta ainda com monitoramento completo das mais de 400 câmeras do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), que já transmitem imagens do município 24 horas por dia.

As 70 novas câmeras são acompanhadas por agentes que atuam no Cisp e foram disponibilizadas pelo Município para auxiliar as forças de segurança no combate à criminalidade. Cada vez que um veículo em situação irregular é identificado pelas câmeras inteligentes do Portal de Segurança, um alerta soa no Centro. Após a identificação, o veículo passa a ser rastreado pelas outras câmeras para facilitar a abordagem. A unidade policial mais próxima é imediatamente acionada para que seja feito o cerco e a interceptação do veículo.
 
Pacto contra a violência – Atualmente, dois terços do policiamento de Niterói são garantidos por investimentos diretos da Prefeitura de Niterói. O Município lançou em agosto do ano passado o Pacto Niterói contra a Violência, um Plano Municipal de Segurança Pública que prevê investimento de R$ 304 milhões nos próximos dois anos em 18 projetos nos eixos de prevenção, policiamento e Justiça, convivência e engajamento dos cidadãos e ação territorial integrada. Entre as medidas, está o Poupança Escola, um programa de incentivo para os alunos da rede pública concluírem o Ensino Médio/Profissionalizante, o pagamento de prêmio por apreensão de arma de fogo e a realização de concurso para contratação de 142 guardas municipais.

Além do Pacto, a Prefeitura já investiu mais de R$ 100 milhões em iniciativas como o programa Niterói Presente, Proeis e na doação de viaturas para o batalhão da cidade. O Município considera que todo o investimento feito até aqui traduz-se em importantes ferramentas a serviço da Segurança Pública. O Niterói Presente conta com policiais militares que atuam em seus dias de folga no Centro, Icaraí, Santa Rosa e Alameda São Boaventura. Pelo convênio do Proes, outros policiais reforçam o patrulhamento nas ruas de Niterói diariamente. Graças a esses dois programas, o efetivo do 12º Batalhão da Polícia Militar fica liberado para combater a criminalidade em outras áreas da cidade.

Bombeiros - A Prefeitura de Niterói finaliza detalhes do convênio com o Corpo de Bombeiros que vai dobrar o efetivo da corporação na cidade, pagando gratificações a agentes de outras cidades que aceitarem trabalhar em Niterói nos dias de folga. O convênio seguirá o mesmo padrão do termo firmado com a Polícia Militar que possibilitou triplicar o número de policiais nas ruas da cidade. A exemplo do Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis), da PM, o convênio com os Bombeiros vai permitir que agentes de outras cidades do estado sejam voluntários para trabalhar em Niterói nos dias de folga em troca de uma gratificação paga pela Prefeitura de Niterói, através do Regime Adicional de Serviço (RAS). Serão investidos pela Prefeitura R$ 3 milhões por ano no convênio.

Scroll To Top