Assine o fluminense

Nova fase na operação de combate à corrupção no transporte público

Onze pessoas já foram presas por envolvimento em irregularidades

Em nota divulgada nesta quarta-feira (5), a Polícia Federal afirma ter cumprido as ordens judiciais envolvidas nas ações desta quarta-feira (05) Segundo a nota, os três mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva – quando a pessoa é levada para depor e depois liberada - foram cumpridos.

Durante a ação, um homem foi detido em seu apartamento em Ipanema, na zona sul da cidade, onde foram apreendidos US$ 9 mil e R$ 3 mil em espécie, além de computadores. Ele foi levado para a sede da Polícia Federal, na Praça Mauá, onde presta depoimento. A PF não divulgou o nome.

As ações de hoje começaram no início da manhã e envolveram, além de agentes da PF, integrantes do Ministério Público Federal. Desencadeada na última segunda-feira (3), a Operação Ponto Final já prendeu 11 pessoas por envolvimento em irregularidades no transporte público no estado. O empresário Jacob Barata Filho foi preso um dia antes, no Aeroporto Internacional do Galeão, quando tentava embarcar para Portugal.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top