Assine o fluminense

PM busca parcerias para colocar viaturas nas ruas

Ao assumir o 7º BPM, coronel encontrou mais da metade dos veículos quebrados

Desde que assumiu, comandante Marcos Lima não tem medido esforços para colocar viaturas de volta no patrulhamento. Ele também tem combatido o tráfico nas favelas, retirando barricadas nas comunidades

Foto: Marcelo Feitosa

O tenente-coronel Marcos Lima, há pouco mais de um mês no comando do 7º BPM (São Gonçalo), revelou que o principal desafio encontrado foi para colocar em funcionamento viaturas que estavam paradas no pátio do batalhão. De acordo com ele, das 148 viaturas, mais da metade estavam quebradas quando assumiu. Agora, afirma o coronel, esse número de carros fora de operação diminuiu para 33%.

“O comandante faz o que pode para manter o policiamento na rua, e com viaturas quebradas isso acaba sendo dificultado. No entanto, vamos trabalhar para que possamos botar todos esses carros à disposição. Obviamente que só com os recursos da Polícia Militar é mais demorado, por isso acredito que se conseguíssemos parcerias para esses consertos seria mais fácil”, afirmou.

Desde que assumiu o comando, Marcos Lima tem realizado operações para a retirada de barricadas colocadas pelo tráfico nas comunidades e que servem para atrapalhar não só o trânsito dos moradores como também o da polícia. O comandante disse que a mudança não vai ser sentida de uma hora para outra, mas que a participação da população é importante. 

“Temos recebido diversas denúncias e estamos checando todas as informações. As barricadas são um grande problema para moradores de diversas comunidades de São Gonçalo. Já chegamos aqui sabendo disso. E temos feito o possível para retirar. O que acontece é não termos sempre à nossa disposição a máquina, temos que solicitar para o Comando de Operações Especiais (COE) um equipamento que atende a todos os batalhões e, mesmo assim, em um mês conseguimos trazer duas vezes. E aí vamos lá, retiramos os entulhos e, às vezes, no mesmo dia, os marginais recolocam. No entanto, vamos continuar realizando esse tipo de operações”, prometeu.

Até a última sexta-feira, o coronel Marcos Lima já havia contabilizado em sua gestão mais de 200 prisões e 50 apreensões de menores. Levantamento do batalhão também aponta número expressivo de apreensões de armamentos e drogas. Foram apreendidas mais de 50 armas, além de 18 quilos de cocaína e 16 quilos de maconha. A maioria dos entorpecentes foi apreendida durante operações deflagradas em comunidades como Morro do Feijão, Coruja, Anaia e Jardim Catarina.

Natal – De acordo com o comandante, o policiamento já está reforçado nas ruas por conta das compras de Natal. O coronel espera com essa ação aumentar a visibilidade da polícia para evitar a ocorrência de roubos. 

“Sabemos que essa é uma época em que os marginais gostam de aproveitar que há um aumento no fluxo de pessoas realizando compras nos grandes centros, como é o caso de Alcântara e São Gonçalo. Diante disso, vamos experimentar uma modalidade de policiamento que é colocar policiais realizando rondas a pé e também com motopatrulhas. Nesse sentido, queremos que a sensação de segurança da população aumente e que possam seguir tranquilas para fazerem as suas compras”, declarou o coronel. 

Segundo Marcos Lima, o reforço no policiamento nas ruas acontece paralelamente aos patrulhamentos que já são realizados diariamente.

“Vamos só dividir o nosso efetivo para conseguir dar conta do nosso planejamento. Mesmo assim não vamos deixar de lado as operações e o combate ao tráfico de drogas”, afirmou. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top