Assine o fluminense

Quatro mortos em novo dia de guerra entre polícia e tráfico

Confrontos foram travados na Região Central e de Pendotiba, assustando mais uma vez a população

Policiais apreenderam armas e drogas durante a operação de ontem, que foi realizada nos morros do Arroz e do Estado.

Marcelo Feitosa

Quatro suspeitos de tráfico morreram em confronto na manhã desta quinta-feira (16), com agentes das polícias Civil e Militar que realizavam operação em favelas da Região Central e de Pendotiba, em Niterói. Um outro suspeito foi baleado, e um menor acabou apreendido com drogas e um radiotransmissor. 

Região Central – Pela manhã, a troca de tiros aconteceu no Morro do Arroz, por volta das 6h, quando bandidos que estavam em uma área de mata atiraram contra os policiais, dando início a uma intensa troca de tiros. Simultaneamente, agentes também vasculharam becos e vielas do Morro do Estado.

O barulho dos disparos no Arroz, que podia ser ouvido em Icaraí e no Ingá, gerou pânico entre motoristas e pedestres que passavam próximo à comunidade. Houve correria e carros voltando na contramão. Algumas ruas foram interditadas pela polícia, para evitar riscos de balas perdidas. 

A Rua Jornalista Moacyr Padilha, que dá acesso à comunidade, ficou fechada para o trânsito por pelo menos cinco minutos, por conta dos tiros. De acordo com a polícia, essa é uma medida de segurança.
 
Agentes da Polícia Civil utilizaram um drone para tentar localizar bandidos que estariam escondidos em uma área de mata. A polícia informou que com os suspeitos mortos foram apreendidas duas armas e drogas. A ocorrência foi registrada na Divisão de Homicídios (DH) de Niterói, que enviou peritos ao local para averiguar o auto de resistência, como de praxe. O adolescente, de 17 anos, foi encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), no Centro. 

Segundo a polícia, os dois mortos eram oriundos do Complexo do Salgueiro e o adolescente é morador do Morro do Cavalão, comunidades dominadas pela mesma facção criminosa, o Comando Vermelho (CV). 

A ação foi realizada para cumprimento de mandados de prisão contra traficantes. Foram mobilizados agentes da 76ª DP (Centro), com apoio da P2 do 12º BPM (Niterói) e também das delegacias 77ª DP (Icaraí), 78ª DP (Fonseca), 79ª DP (Jurujuba) e 81ª DP (Itaipu). 

Investigações – Policiais da 76ª DP (Centro) apuram a informação de que um bandido identificado apenas como Boladinho, depois de ter saído da prisão, beneficiado pelo regime de progressão da pena, em maio deste ano, estaria pedindo reforço a traficantes do Complexo do Salgueiro e do Cavalão para auxiliar a segurança nas bocas de fumo do Morro do Estado. 

Segundo a polícia, o traficante mudou de lado depois que saiu da cadeia e já não havia mais nenhum homem ligado ao Terceiro Comando Puro (TCP), controlando o Morro do Estado. 

Pendotiba – À tarde, a PM fez operação na Ititioca após agentes que realizavam patrulhamento serem atacados a tiros por traficantes. Também lá, houve intenso tiroteio. Quando os disparos cessaram, foram feitas buscas na região e três criminosos feridos foram socorridos e encaminhados para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca. Foram apreendidos um fuzil de numeração 556, três granadas, uma pistola e drogas.

Alguns moradores contestam a versão da polícia. Eles afirmam que a operação teve início em um horário de grande movimentação na comunidade, quando crianças estariam indo para a escola e as pessoas saindo para o trabalho. Segundo eles, foram realizados disparos que atingiram moradores, sendo cinco o total de baleados, entre eles uma criança.

O caso foi registrado na 78ª DP (Fonseca).

(colaborou: Maria Costa)

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top