Assine o fluminense

Polícia coíbe roubo em oleoduto da Transpetro

Criminosos foram surpreendidos por agentes do Core, na Baixada Fluminense

Equipamentos utilizados pelos criminosos foram abandonados no local

Divulgação/Sepol

Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil, em parceria com a Transpetro, realizaram uma ação conjunta, na madrugada desta segunda-feira (25), para impedir que criminosos roubassem derivados de petróleo em um oleoduto da empresa da Petrobrás. O crime ocorreu nas proximidades do km 57 do Arco Metropolitano, localizado na Baixada Fluminense.

Segunda a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), o serviço de inteligência da Transpetro identificou uma queda de pressão nos dutos da região, apontando uma possível ligação clandestina, e comunicou o fato para a Sepol, que acionou os agentes da Core. O esquema consiste na subtração de derivados de petróleo a partir de uma perfuração dos dutos de transporte instalados pela empresa.

Equipes da Coordenadoria de Recursos Especiais foram para o local indicado utilizando agentes em uma diligência por terra e apoio de uma equipe com helicóptero. 

Durante a ação, foi constatada uma movimentação de caminhões no acesso ao duto monitorado, escoltados por um veículo com criminosos armados.

Luzes apagadas - De acordo com os agentes, os veículos mantinham suas luzes apagadas enquanto trafegavam na localidade, com o objetivo de não alertar às forças policiais para a prática do crime. Ainda segundo os policiais, ao perceberem a presença da aeronave, os criminosos fugiram nos veículos em direção ao Arco Metropolitano. 
Um caminhão foi interceptado e o motorista capturado em flagrante. Ele foi conduzido à Cidade da Polícia para prestar esclarecimentos. Peritos da Sepol estiveram no local para realização de análises que possam comprovar a ligação clandestina.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top