Assine o fluminense

Polícia realiza operação em Niterói

Ações foram uma resposta contra um ataque sofrido por um DPO da Polícia Militar

Com operações na Grota e no Complexo do Viradouro, a movimentação de policiais foi intensa ontem na região

Evelen Gouvêa

Um dia após o terceiro ataque, em menos de dois meses, ao Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) do Largo da Batalha, na região de Pendotiba, homens do Comando de Operações Especiais (COE) realizaram nesta segunda-feira (4) pela amanhã operação policial no Complexo do Viradouro, em Santa Rosa, e na Comunidade da Grota, em São Francisco. Até o fechamento desta edição, tinha sido apreendida uma espingarda calibre 12 com cinco munições e um veículo roubado foi recuperado.

De acordo com os agentes, a ação começou por volta das 5h e contou com homens do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e o Batalhão de Ações com Cães (BAC). De acordo com os agentes, não houve troca de tiros.

Na Rua Edgar German, em um dos acessos à comunidade da Grota, no bairro São Francisco, as equipes desconfiaram de um veículo Hyundai modelo HB20 na cor prata. Segundos os policiais, o número do chassi do veículo não era compatível com o número da placa, o que é um indício de clonagem.

Os policiais revistaram o carro e encontraram a espingarda no interior do veículo. Ainda segundo os agentes, o automóvel teria sido produto de roubo na área da 79ª DP (Jurujuba).

Memória– O DPO do Largo da Batalha tem um histórico de ataques recentes por parte de bandidos da região. Este ano, na noite do dia 2 de janeiro, bandidos em um veículo não identificado atiraram contra o mesmo posto policial, que ficou com várias marcas dos disparos na fachada. Balas atingiram inclusive as janelas da unidade.

No dia 20 de dezembro do ano passado, um PM ficou ferido quando o DPO do Largo da Batalha foi alvo de criminosos, que atiraram contra o destacamento. Na mesma noite, criminosos roubaram uma agência bancária na região, utilizando explosivos para destruir os caixas eletrônicos.

 

Vídeo registra ataque a unidade da PM

Um vídeo da ONG Viver Bem mostra os criminosos atingindo a base da Polícia Militar, por volta das 4h20 da madrugada. Pelas imagens é possível ver dois homens em uma moto saindo da Rua Jornalista Silvia Tomé. As imagens mostram pelo menos sete disparos. Em seguida, a dupla corta parte do Largo da Batalha seguindo pela contramão na Avenida Rui Barbosa até acessarem a continuação da via, mais conhecida como Estrada da Cachoeira. Na sequência, a dupla entrou na Rua Pedra Branca, que fica na divisa das comunidades da Igrejinha e Grota.

Segundo a Polícia Militar, nenhum policial de plantão na unidade foi ferido pelos disparos. Os PMs se abrigaram no local no momento dos tiros.

Segundo o tenente-coronel Sylvio Guerra, comandante do 12º batalhão (Niterói), o ataque pode ter sido causado em represália à ação da polícia na região.

“Sei que não foi a primeira vez, e acredito que isso pode ter a ver com o trabalho que estamos desempenhando. No entanto, vamos continuar realizando as nossas operações e combatendo o tráfico de drogas. Nosso setor de inteligência já está com as imagens e há indícios de que os responsáveis sejam do tráfico na região”, explicou.

No fim da tarde de domingo, três homens foram presos após um confronto com a polícia, no Morro da Igrejinha, no Largo da Batalha, em Niterói.

De acordo com a polícia, durante patrulhamento realizado na região, foi iniciado um confronto após criminosos perceberem a presença dos agentes na comunidade. Três traficantes foram baleados e ficaram feridos. Com eles, foram apreendidos duas pistolas, radiocomunicadores e drogas. 

 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Elson Luiz
É isso mesmo! Tem que ir com tudo prá cima desses bandidos!!! Tem que acabar com a farra de bandido tentar intimidar policia!
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top