Assine o fluminense

Rio: Estado já tem 50 policiais mortos desde o início do ano

Nesta quarta, um PM foi baleado no Colubandê, mas ferimento não foi grave

O sargento da Polícia Militar Robert Nogueira de Almeida, de 42 anos, foi assassinado na manhã desta quarta-feira (16), em Cascadura, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Com a morte dele, o estado do Rio de Janeiro totaliza 50 policiais assassinados neste ano, dos quais 48 são policiais militares.

Segundo a Polícia Militar, o sargento Robert, que trabalha na Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), estava indo para o trabalho de moto quando criminosos em outra moto anunciaram o roubo, na Rua do Souto, e atiraram contra ele.

O sargento estava na PM desde 1996. Ele era casado e tinha dois filhos. Até o fechamento desta edição, não havia informações sobre o horário ou local do sepultamento. 

São Gonçalo - Um policial do 7° BPM (São Gonçalo) foi baleado enquanto ele e sua equipe realizavam uma operação no bairro do Colubandê, em São Gonçalo, no início da tarde desta quarta. Segundo os PMs, o ataque ocorreu por volta das 12h30, quando os agentes realizavam um patrulhamento motorizado de rotina na região e foram surpreendidos por criminosos armados.

De acordo com informações do batalhão de São Gonçalo, a viatura utilizada na ação estava passando na altura do bairro Almerinda, próximo à Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104), quando criminosos desceram por uma rua e efetuaram disparos contra o veículo da Polícia Militar. Os policiais reagiram aos disparos e ocorreu um breve confronto, no qual o militar acabou sendo baleado em uma das pernas.

Após ele ser ferido, os seus colegas o socorreram e o encaminharam para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heal), no Colubandê, em São Gonçalo, onde recebeu atendimento médico, sendo liberado em seguida.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top