Você faz a notícia

Roubo de carros cresce 29,3%

Em São Gonçalo, em média 14 veículos foram roubados por dia no ano passado. Em Niterói foram 4 casos diários

De janeiro de 2016 a janeiro de 2017 foram registrados em todo o Estado do Rio mais de 45 mil roubos de veículos. Em São Gonçalo foram roubados 4.966 carros no período, o que corresponde a cerca de 14 carros por dia no período de um ano. Em Niterói, 1.642 roubos, uma média de 4 roubos de carro por dia. Os dados ainda apontaram que em todo o Estado, o número de ocorrências desta natureza cresceu em cerca de 29,23% em comparação ao ano anterior. A pesquisa foi realizada pela Exame, baseada nos dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP-RJ). 

Em São Gonçalo, o maior número de roubos de veículos ocorre na região abrangida pela 74ª DP (Alcântara), que ficou em 8ª posição no ranking do Estado, com 1.442 roubos. O segundo maior número de roubos de carros ocorre na área da 73ª DP (Neves), que registrou 1.267 casos no período, ficando na 11ª posição no Estado. A região da 72ª DP (Mutuá) aparece em 3º lugar na cidade, ficando na 13ª posição no Estado, com 1.251 roubos. Em quarto lugar na cidade está a área da 75ª DP (Rio do Ouro), que aparece na 17ª posição no Estado, registrando 1.006 roubos. Apesar dos números elevados, o comandante do 7° BPM (São Gonçalo), coronel Ruy França, garante que a polícia vem trabalhando intensamente para a redução desses números.

“Desde que cheguei no batalhão encontramos números até mais altos, mas nosso objetivo é reduzir cada vez mais esses casos. Pela cidade ser muito grande, com duas importantes rodovias, acaba tendo um reflexo maior nesses crimes. Pois muitos deles ocorrem nessas vias”, destacou.

França ainda citou algumas das ações que estão sendo realizadas para diminuir o roubo de veículos no município.

“Aumentamos a frequência de ações de comboio, realizadas em locais apontados com uma maior incidência de roubos, também elaboramos blitze em horários predeterminados, principalmente das 18h à meia-noite, focando sempre em lugares que possuem mais registros”, disse.

O coronel ainda apontou a elaboração de um projeto para fiscalizar lojas de ferro-velho. Segundo ele, vistorias nestes estabelecimentos poderiam detectar algumas irregularidades, como encontrar carcaças de veículos roubados e peças vendidas após desmanche. De acordo com o comandante, esse tipo de venda irregular estimula o crescimento de roubo de veículos.

Niterói – Na cidade, os números registrados, embora menores, também são elevados. A maior incidência do crime ocorre na área da 78ª DP (Fonseca), que registrou 619 ocorrências no período, aparecendo na 27ª posição no ranking do Estado. A segunda maior incidência de roubo de carros em Niterói ocorre na área da 77ª DP (Icaraí), que aparece na 40ª posição no ranking do Estado, com 330 roubos. Em terceiro lugar na cidade e 47ª posição no Estado ficou a 76ª DP (Centro), com 250 registros. Em seguida vem a 79ª DP (Jurujuba) em terceiro lugar na cidade e na 51ª posição no Estado, com 226 boletins. A área da 81ª DP (Itaipu) aparece em quinto lugar em incidência na cidade e em 53ª posição no Estado, registrando 217 roubos no período. O sub-comandante do 12° BPM, tenente-coronel Fabio Marçal, afirma que apesar dos números a PM realiza ações de revista para coibir este tipo de crime.

“Nós executamos diariamente ações de revistas nos principais pontos da cidade, onde há maior movimentação de veículos, como o corredor da Alameda São Boaventura no Fonseca, a Rua Noronha Torrezão, em Santa Rosa, as Rodovias RJ-104 e RJ-106, onde realizamos operações em parceria com o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), entre outros locais”, explicou.

Estado – No topo dos roubos a veículos está a delegacia de Vilar dos Teles, localizada em São João de Meriti, que registrou 2.950 casos no período. Em segundo lugar ficou a delegacia de Duque de Caxias, que somou 2.047 registros pelo crime.

A pesquisa também destacou que nove delegacias registraram apenas uma ocorrência no período. São elas as dos municípios de Rio das Flores, Mendes, Paulo de Frontin, Pinheiral, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro, Carmo, Miracema e Cambucí. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Observador do Caos
Mais uma vez o inepto Comandante do Doze falando inverdades. Eu passo na Alameda várias vezes por dia, inclusive nas madrugadas, e não vejo policiamento algum. De repente, quem sabe, os policiais e as viaturas possuem o dom da invisibilidade? Em Niterói, a melhor cidade das galáxias, tudo é possível.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Scroll To Top