Assine o fluminense

Forças de Segurança voltam a fazer operações no Salgueiro

Novos confrontos foram registrados durante ação, que contou com cães farejadores da Polícia Militar

Veículos blindados foram utilizados no segundo dia de operações na região

Marcelo Feitosa

Pelo segundo dia consecutivo, as Forças de Segurança realizaram operação no Complexo do Salgueiro. A ação dests terça-feira (16) contou com o apoio Batalhão de Ação com Cães (BAC) da Polícia Militar. Segundo o Comando Conjunto, o efetivo empregado foi o mesmo do dia anterior. Cerca de 1,2 mil agentes estiveram envolvidos na ação, que também contou com veículos blindados. Aeronaves deram suporte pelo ar. Houve restrição do espaço aéreo para aeronaves civis. No início da tarde, moradores relataram em redes sociais a ocorrência de tiros na região. 

Os militares ocuparam ruas da comunidade. Em algumas delas, os agentes chegaram a entrar em residências à procura de criminosos. Um morador contou que foi acordado pelos militares na sua porta. 

“Eles pediram para entrar e eu deixei. Sei que eles estão fazendo o trabalho deles e quem não tem nada a temer não tem com o quê se preocupar. A gente fica mesmo com medo quando saem tiros. Isso sim é preocupante”, declarou. 

Os militares também realizaram blitzen em acessos aos Complexo do Salgueiro. Até o fechamento desta edição, o Comando Conjunto não havia divulgado o balanço da operação, que prosseguirá por tempo indeterminado. 

Nesta segunda-feira (15), por volta das 5h, as forças federais cercaram a comunidade e deram início às incursões. Os agentes foram recebidos a tiros por bandidos armados e houve intenso confronto. Dois suspeitos morreram no local, e outro no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, para onde foram levados os feridos. Dois suspeitos estão internados na unidade sob custódia. 

Crimes – Um dos presos na segunda-feira (15), segundo a polícia, participou da tentativa de roubo a três caixas eletrônicos instalados em um posto de combustíveis na Trindade, em São Gonçalo, em fevereiro do ano passado. Na ocasião, os bandidos, armados de fuzis e pistolas, utilizaram uma retroescavadeira e caminhões, que foram deixados para trás com a chegada da polícia. 

Após intensa troca de tiros com os policiais, os bandidos, acabaram desistindo do roubo e fugiram em direção ao Complexo do Salgueiro. 

Ainda segundo a polícia, o preso também participou de um assalto a um carro-forte, ocorrido no estacionamento do supermercado Carrefour às margens da Rodovia BR-101 (Niterói-Manilha), em Neves, São Gonçalo. O crime ocorreu em jullho do ano passado. 

Na época, cinco homens encapuzados e armados com fuzis (dois) e pistolas (três) invadiram o supermercado, rendendo funcionários e clientes. O bando, que se dividiu em dois grupos, seguiu em busca de dois sacos de dinheiro que eram transportados por seguranças da empresa TB-Forte e que seriam colocados nos caixas eletrônicos. 

Houve troca de tiros entre os seguranças e os bandidos. Um dos agentes foi baleado com dois tiros de pistola. Ele foi encaminhado para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal). Os bandidos conseguiram fugir em um Range Rover Evoque branco, levando cerca de R$ 284 mil.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top