Assine o fluminense

Sobe para 17 o número de policiais mortos no Rio

Capitão da PM estava em uma barbearia, no bairro Pechincha, quando foi atacado por homens armados

Capitão Anderson foi morto enquanto cortava o cabelo

Foto: Divulgação

Subiu para 17 o número de policiais militares mortos no Rio de Janeiro em 2019, após confirmação da morte de um oficial no início da tarde desta terça-feira (23). 

O capitão Anderson Azevedo Galvão estava cortando o cabelo em uma barbearia no bairro Pechincha, na zona oeste do Rio de Janeiro, quando foi atacado por homens armados. O oficial chegou a ser levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra, mas não resistiu. 

Procurada, a Secretaria de Estado de Polícia Militar lamentou a morte do policial e informou que o 18ºBPM (Jacarepaguá) foi acionado para verificar a ocorrência em uma barbearia. No local, o policial foi encontrado ferido.

Segundo informações preliminares, criminosos entraram no estabelecimento anunciando roubo e teriam reconhecido o oficial, que estava cortando o cabelo durante a folga.

O Capitão Galvão tinha 35 anos e estava na Corporação desde 2006. Ele atualmente estava adido à Secretaria de Estado de Governo e deixa um filho. Até o momento, não há confirmação de horário e local do sepultamento.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) vai investigar o caso. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top