NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Polícia apreende fuzil na Vila Ipiranga

A Polícia Militar realizou incursões para coibir o tráfico de drogas na região

Colaboração/Lislane rottas

Um fuzil foi apreendido na madrugada desta quinta-feira (7) por policiais do 12º BPM (Niterói), na Vila Ipiranga, no Fonseca. Segundo a PM, os agentes estavam em patrulhamento pelo bairro quando se depararam com vários bandidos armados na via. Houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido. Os criminosos fugiram em direção à comunidade e largaram o armamento na rua. A ocorrência foi registrada na 78ª DP (Fonseca). 

Pelas redes sociais, moradores da comunidade e da região relataram uma intensa troca de tiros na Vila Ipiranga, com armas de grosso calibre. Segundo os relatos, o confronto começou às 03h50. 

A tarde, por volta das 14h, a polícia foi acionada para um homem morto dentro de uma residência no interior da comunidade. Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) foram acionados para o local, e constaram que o homem possuía marcas de perfurações à bala. 

A irmã do homem se sentiu mal quando o corpo estava sendo recolhido do local, e acabou sendo levada pela polícia até o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal). 

Segundo Wilson Palermo, delegado responsável pelo caso, o homem identificado como Delivaldo Barbosa, de 32 anos, pode ter sido morto no confronto com a polícia. Além disso, a polícia acredita que o fuzil que foi apreendido na ocorrência poderia estar em posse do suspeito morto, tendo em vista que o armamento foi apreendido com marcas de sangue. 

A esposa do suspeito disse que ele saiu de casa, mas não falou para onde ia. No meio da madrugada, ela afirmou ter ouvido os tiros. 

“Ele chegou em casa, e eu percebi que algo tinha acontecido. Eu perguntei, e ele não falou muita coisa. Vi que ele estava ferido, e tentei buscar ajuda, mas não consegui. Infelizmente ele morreu nos meus braços. Sorte que a nossa filha de 4 anos estava dormindo”, comentou, muito abalada.


Scroll To Top