Assine o fluminense

Tráfico devolve carga roubada por engano

Criminosos queriam produtos eletrônicos, mas roubaram macarrão instantâneo

Crime aconteceu a cerca de 800 metros do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Itaúna

Google street view

Um motorista de caminhão foi sequestrado em São Gonçalo, na Rodovia BR-101, a cerca de 800 metros do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Itaúna, na madrugada desta terça-feira (19). Bandidos pararam o caminhoneiro, e vítima e a carga foram levadas para o Complexo do Salgueiro, onde o caminhoneiro ficou refém por cerca de duas horas. Ele acabou liberado pelos bandidos em seguida, pois não havia conseguido desligar o rastreador do caminhão. 

O caminhoneiro, então, acionou a polícia para que o veículo com a carga fosse retirado da comunidade, mas segundo ele, um problema com o motor do blindado que seria utilizado na operação, impediu que os agentes entrassem no local, por se tratar de área de risco.

Segundo a PM, a operação foi suspensa para não colocar vidas em risco. Policiais chegaram a cogitar a utilização de um outro blindado, mas não foi possível, pois o veículo já estava sendo usado em outras operações. 

Na tarde desta terça-feira (19), os criminosos, decepcionados com a carga que havia no caminhão, que acreditavam se tratar de eletroeletrônicos e eletrodomésticos mas não passava de 18 toneladas de macarrão instantâneo, entraram em contato com a empresa do caminhão, liberando a entrada de funcionários no Complexo do Salgueiro para buscarem o veículo e a carga intactos.

O próprio motorista e funcionários da empresa foram até a comunidade e conseguiram recuperar o caminhão. A PM, por sua vez, alegou que já se mobilizava para agir quando a própria seguradora retirou o veículo da favela. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top