Assine o fluminense

Armas: Maia quer revisão de decreto

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou nesta quarta-feiraque o decreto do presidente Jair Bolsonaro que flexibiliza o porte de armas excede em alguns pontos as atribuições do Poder Executivo, invadindo as prerrogativas dos parlamentares. Maia disse que pediu ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que o governo reveja esses pontos.

“A gente precisa discutir a questão das armas, a gente não pode fazer uma interpretação excessiva e ampliar ainda mais a violência que existe no Brasil. Vamos avaliar junto com a nossa assessoria sobre o que pode ter sido usurpado e dar atenção a esse tema que tem mobilizado a sociedade brasileira”, ponderou Rodrigo Maia. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top