Assine o fluminense

Bolsonaro defende fim dos pardais e radares

Declaração foi feita durante a inauguração de obras no Rio Grande do Sul

Jair Bolsonaro (PSL), presidente da República, anunciou, nesta segunda (12), que o país não contará mais com radares móveis a partir da próxima semana. A declaração foi feita durante a inauguração de obras de duplicação da BR-116, no Rio Grande do Sul.

Segundo Bolsonaro, na oportunidade, iniciativa conjuntas com o ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas estão sendo promovidas, para acabar com o que classificou como “roubalheira”.

“Estou com uma briga juntamente com o Tarcísio na justiça para acabarmos com os pardais no Brasil, essa máfia de multas, que vai para o bolso de alguns poucos nessa nação. É uma roubalheira. Anuncio para vocês que a partir da semana que vem não teremos mais radares móveis no Brasil”, declarou Bolsonaro, que não entrou em detalhes sobre a implementação das mudanças.

O presidente também demonstrou otimismo no que diz respeito à aprovação do Projeto de Lei, que tramita na Câmara e sugere um aumento no limite de pontuação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de 20 para 40, no que diz respeito à cassação das mesmas. O PL, entre outras medidas, também prevê a ampliação de 5 para 10 anos no prazo de validade do documento.

“O Parlamento com toda a certeza dará a devida resposta a essas nossas propostas”, afirmou Bolsonaro, que também relembrou a intenção de acabar com o uso de simuladores por autoescolas para diminuir os custos para a emissão das carteiras.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top