Assine o fluminense

Cidadania está em primeiro lugar

Nestas eleições, quase cinco mil mesários vão trabalhar nas zonas eleitorais de Niterói, 4% a mais do que em 2014

A universitária Daniela Ribeiro está contente com sua convocação

Foto: Lucas Benevides

A estudante de administração Daniela Ribeiro, de 21 anos, foi convocada para trabalhar nas eleições de 2 de outubro. Ela está de olho na oferta da Justiça Eleitoral: o serviço vai virar crédito como atividade extracurricular em sua universidade. Tanto os voluntários como aqueles que serão convocados para atuar em 2 de outubro têm direito a compensações. A universitária será uma da 4.968 pessoas que ajudarão na votação em Niterói. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no pleito passado, em 2014, eram 4.772, o que representa um aumento de 4%.

A universitária foi convocada pela primeira vez e será a segunda mesária na 166ª Zona Eleitoral, no bairro de Maria Paula. Daniela diz que, apesar de muitos convocados não gostarem da convocação, considera o chamado como um ato de cidadania.

“Fiquei muito feliz com a convocação porque sei que de alguma forma vou contribuir com a democracia. Vou aproveitar esse chamado para usar as horas como atividade extracurricular na faculdade, e também tem aquela folga no trabalho que é sempre bem-vinda. Além disso, vejo tudo isso como um grande aprendizado”, afirmou.

A estudante disse ainda que já passou por um treinamento no mês passado e se considera preparada.

“Tivemos um treinamento bem detalhado, explicando a função de cada um. Uma coisa importante que nos foi passado é que precisamos ter muito atenção com a biometria. Principalmente com os dados cadastrados, se a biometria está conseguindo identificar o eleitor. E devemos ter  atenção aos documentos exigidos. Essas foram algumas das recomendações”, exemplificou.

Todos os mesários recebem treinamento para trabalhar no dia do pleito

Foto: Arquivo/ André Redlich

Segundo a assessoria de imprensa do TRE, nos treinamentos dos mesários são abordados eventuais problemas que poderão ser enfrentados por eles no dia da eleição, inclusive em relação à identificação biométrica. São utilizados materiais elaborados pelo Grupo de Treinamento de Mesários do TSE, como slides, vídeos, cartilhas, além do treinamento a distância, entre outros métodos.

Requisitos - De acordo com o TRE, para ser mesário é necessário que o cidadão cumpra algumas exigências. Todo eleitor maior de 18 anos com a situação eleitoral regular pode ser mesário. A inscrição como mesário voluntário não garante a convocação, o nome do eleitor é inserido em um banco de dados e será selecionado de acordo com os critérios de cada seção eleitoral.

Ainda segundo o TRE, existe a preferência por eleitores com nível superior completo e servidores públicos, mas quando há muitas pessoas com estas características os requisitos podem ser ampliados.
Entre as vantagens de atuar como mesário está o direito a dois dias de folga no trabalho, sendo mais dois dias de folga para quem participar do treinamento. Além disso, a atuação servirá como critério de desempate em concursos público. Outro benefício é destinado ao mesário universitário, que terá direito ainda a 30 horas de crédito na grade extracurricular. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top