Assine o fluminense
Alberto Brizola

Por dentro da política fluminense com Alberto Brizola albertobrizola@ofluminense.com.br _________________________________________________________ Lucas Schuenck lucas.schuenck@ofluminense.com.br

Coluna 14/08/2019

A deputada vascaína Dani Monteiro (Psol) propõe mudanças nos estádios de futebol

Juliana Marinho/Divulgação

Deputada quer igualdade em estádios

A deputada estadual Dani Monteiro (Psol) protocolou, na última semana, um projeto de lei que institui a criação de uma campanha permanente de combate ao assédio e à violência sexual contra a mulher nos estádios de futebol. Segundo ela, o objetivo da matéria legislativa é conscientizar as torcidas presentes e possibilitar às vítimas a identificação de agressores ainda dentro dos locais das partidas.

“Eu frequento os estádios, minhas amigas frequentam os estádios, e esse é um assunto recorrente entre nós. Ainda que não tenhamos estatísticas específicas, sabemos pelo que a imprensa divulga e também pelos vários relatos que ouvimos das próprias torcedoras antes de elaborar o projeto, que não é só uma percepção ou sensação de insegurança, o assédio existe. A perspectiva deste projeto é que pensemos sobre educação em direitos, em como podemos, também nos momentos de lazer e descontração, nos informarmos sobre assuntos de interesse de toda a sociedade. O tema não é do grupo A ou B, deve ser uma pauta de todos e todas”, afirma a parlamentar, que é vascaína.

Caso seja aprovado na Casa Legislativa, o Executivo deverá promover a campanha através de cartazes e uso de sistemas de áudio e dos telões dos estádios. Os casos de assédios, por sua vez, ficarão sob a responsabilidade do Juizado Especial Criminal (Jecrim) e das forças policiais de patrulhamento. As vítimas terão acesso às câmeras de segurança para reconhecer os agressores.

CPI se reúne com Aneel

A deputada estadual Zeidan Lula (PT), que preside a CPI que investiga as irregularidades na prestação de serviços das concessionárias de energia elétrica Enel e Light, vai se reunir, no próximo dia 25, com representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para discutir um possível convênio que amplie a atuação da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio (Agenersa). Hoje, a mesma é limitada pelas diretrizes estabelecidas nacionalmente pela Aneel.

Convênio

“Queremos um convênio entre a Aneel e o Governo do Estado, e faremos uma reunião com a agência na Alerj. O Estado pode ter essa responsabilidade de ouvir a população de perto para solucionar problemas”, declarou Zeidan.

Secretário quer renegociar

Luiz Cláudio Carvalho, secretário de Estado de Fazenda, anunciou, durante reunião da CPI da Crise Fiscal da Alerj, nesta semana, no Palácio Tiradentes, que os benefícios do Regime de Recuperação Fiscal (RRF), hoje, não são suficientes para recuperar o equilíbrio financeiro do Rio até 2023. Na oportunidade, ele propôs a repactuação da dívida com a União.

Recalculando

Segundo ele, os cálculos foram refeitos e o impacto positivo projetado é de R$ 73,24 bilhões até o fim do plano, valor inferior aos R$ 85,8 bilhões estimados anteriormente. Os restos a pagar, por exemplo, podem chegar a R$ 26 bi, distantes dos R$ 3 bi previstos.

 

Rebeca Belchior/Divulgação

Fernando Sta Cruz: presente em Niterói

Em ato na tradicional Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF), no bairro do Ingá, em Niterói, representantes da comunidade acadêmica homenagearam a memória de Fernando Santa Cruz, preso político desaparecido e dado como morto no regime ditatorial, que dá nome ao Diretório Acadêmico da Universidade. A iniciativa contou com bandeiras e placas.

Witzel e Neves assinam acordo

O governador Wilson Witzel (PSC) e o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, assinam, nesta quarta (14), um Termo de Cooperação para a ampliação do Programa Niterói Presente; cessão da área para a ampliação da Nova Maternidade Alzira Reis, em Charitas; e cessão da área para a construção do Mercado Municipal, no Centro do município. O encontro será realizado no Solar do Jambeiro, que fica na Rua Presidente Domiciano, 195, no Ingá. Os chefes do Executivo se encontrarão a partir das 17h.

MPF de olho em concurso

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública com pedido de liminar para que a Marinha do Brasil deixe de exigir no Concurso Público de Admissão à Escola Naval (CPAEN) de 2019 que os candidatos não sejam casados, não tenham constituído união estável e não tenham filhos. Segundo o MPF, as determinações impostas pelo edital são inconstitucionais e devem ser revistas imediatamente.

Para ouvir os turistas

O aplicativo para fazer reclamações do Procon do Estado do Rio de Janeiro, lançado em março deste ano, já está disponível em inglês, espanhol e francês, na Google Play e na App Store. Este é o primeiro grande projeto posto em prática pela ProconTur, grupo de trabalho do Procon Estadual especializado no atendimento ao turista e grandes eventos. “A principal proposta do ProconTur é oferecer canais de atendimento voltados ao turista e aos frequentadores de grandes eventos no Rio, para que suas reclamações sejam atendidas o mais rápido possível”, declarou Cássio Coelho, presidente do Procon-RJ.

A mulher e o câncer de mama

A Escola Municipal Professora Márcia Francesconi Pereira, em Cabo Frio, recebe, até a próxima sexta (16), das 7h às 15h, a exposição itinerante “A mulher e o câncer de mama no Brasil”. A mostra é uma realização da Coordenadoria-Geral de Ciência, Tecnologia e Inovação em parceria com a Fiocruz.

Para você pensar

“Impostos no Brasil é caridade: Você paga sem esperar nada em troca”.  - Paulo Franci

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Mais notícias de Alberto Brizola

Scroll To Top