Assine o fluminense

Lula Aparício/Divulgação OAB-RJ

OAB O advogado Cláudio Vianna assinou ontem, na OAB-RJ, o termo de posse como presidente da OAB Niterói para o triênio 2019/2021. O ato oficial aconteceu no gabinete de Fábio Nogueira, secretário adjunto e diretor do Departamento de Apoio às Subseções (DAS) da Seccional

PSL com Maia

O presidente nacional do PSL, Luciano Bivar (PE), reiterou ontem o apoio do partido à candidatura do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que busca a reeleição. De acordo com ele, a “convergência” de ideias une a sigla a Maia. A decisão foi tomada durante reunião da bancada ontem. O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, tem reafirmado que os integrantes do governo não vão se envolver na disputa pelo comando da Câmara. Segundo Bivar, a unidade de ideias e propostas predomina na legenda e com Maia. “Não estamos com o Rodrigo Maia por estar, foi a convergência das ideias dele”, afirmou.

Réveillon com alto-astral

O cantor Lulu Santos era um dos mais entusiasmados com o Réveillon de Niterói. No palco, contou que tinha restrição a shows do gênero, mas o alto-astral do público da cidade o encantou. Lulu aproveitou a ocasião para prestar emocionada homenagem ao baixista Arthur Maia, morto em dezembro..

 

Luzes do Natal até domingo

Quem ainda não viu tem até domingo para apreciar a decoração natalina no Campo de São Bento. As luzes do “Encanto de Natal” já foram vistas por mais de 100 mil pessoas, segundo a Neltur. Por conta da movimentação maior no Campo, o trabalho no Centro de Atendimento do Turista (CAT) aumentou.

Curtas

Nas próximas semanas, os presidentes já empossados Cláudio Vianna, da subseção da OAB-Niterói, e Luciano Bandeira, da seccional OAB-RJ, promoverão, na sede da OAB-Niterói, uma cerimônia de posse para os conselheiros e nomeados por Vianna para trabalharem na subseção durante o seu mandato, que tem duração de três anos.
O presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, foi indicado pelo 

ministro da Economia, Paulo Guedes, para ocupar a presidência do Conselho Nacional do Sesi. 

A geóloga Débora Toci Puccinni, ex-presidente do DRM-RJ, assumiu uma cadeira na diretoria da recém-criada
Agência Nacional de Mineração (ANM). A nova agência substitui o antigo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e será responsável pela regulamentação e fiscalização do setor de mineração no país. 


Divulgação

Brasília O advogado niteroiense Augusto Nunes e o comandante do 7º Distrito Naval, almirante Goldstein.

Marielle: caso perto do fim 

O governador Wilson Witzel disse ontem que não vê sentido em mudar os responsáveis pela investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março do ano passado. Segundo Witzel, o caso deve ser encerrado em breve. “Pelo que o delegado me falou, em termos de colheita de prova, ele já está avançado. Então, não tem sentido mudar. Acredito que ele vai dar, sim, um encerramento a esse caso em breve”, disse Witzel.

 

Crise?

Crise? A venda de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões no país cresceu 14,60% no ano passado em relação a 2017, com 2.566.235 unidades emplacadas. É o segundo ano seguido de crescimento. No ano passado, estes segmentos apresentaram crescimento de 9,23%. 

Que crise?

O dado foi divulgado ontem pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No mês, estes segmentos cresceram 1,70% e, na comparação com o mesmo mês de 2017, o aumento foi de 10,33%.

Vendas em alta

O calor do verão aqueceu em 10% as vendas de ar-condicionado, ventiladores e climatizadores no comércio carioca em relação ao verão do ano passado, segundo a pesquisa “Verão 2018” do Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDL-Rio, que ouviu 300 lojistas das zonas Norte, Sul, Oeste e Centro. 

Só refresco

Ar-condicionado com 51%, ventiladores com 40% e climatizadores com 9% são os produtos mais procurados. De acordo com a pesquisa, 72% dos lojistas estavam preparados para atender à demanda do verão e 28% disseram que não, apontando como causas a baixa procura durante o ano e a crise econômica que afastou os consumidores das lojas. 

Com Lucas Schuenck e  Agência Brasil

Mais notícias de
Informe

Scroll To Top