Assine o fluminense
 Corregedoria da Alerj

A Corregedoria Parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) deverá ter definidos seus novos representantes nas próximas semanas. Em disputa, estarão os cargos de corregedor parlamentar e corregedor parlamentar substituto da Casa Legislativa, cuja escolha acontecerá em votação no plenário. O deputado estadual Alexandre Freitas (Novo) protocolou, na última semana, sua candidatura. Caso seja o escolhido, ele deverá promover a manutenção do decoro, da ordem e da disciplina, além de outras atribuições.

Witzel convoca 200 profissionais

O governador Wilson Witzel (PSC) divulgou, na tarde de ontem, a convocação de 200 papiloscopistas, que vão quase dobrar o quadro atual de 294 peritos papiloscópicos da Polícia Civil do Estado. Os novos policiais, que serão responsáveis pela identificação civil e criminal de vivos e mortos, serão chamados para o início das aulas na Academia Estadual de Polícia Sylvio Terra (Acadepol). Ao todo, serão 840 horas de cursos e testes, antes da nomeação. “A convocação dos policiais papiloscopistas vai reforçar nossa atividade de investigação, especialmente em tempos de reconhecimento facial e de câmeras que vão ajudar o monitoramento. Os papiloscopistas participam deste trabalho”, disse Witzel.

Eleição suplementar em Iguaba Grande

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) definiu, ontem, que o município de Iguaba Grande receberá eleições suplementares no dia 2 de junho. Eleita nas últimas eleições municipais, no ano de 2016, a prefeita Grasiella Magalhães (PP) foi afastada em 18 de março deste ano, quando o Tribunal de Justiça aceitou denúncia do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) que acusava-a e a outras cinco pessoas de corrupção e fraude em licitação. No dia 19 de março deste ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) cassou a chapa de Magalhães, que venceu as eleições de 2016.

Presidente da Câmara em alta

Paulo Bagueira (SDD), presidente da Câmara Municipal de Niterói, que comandou a prefeitura interinamente durante os três meses em que Rodrigo Neves (PDT) esteve preso preventivamente, agradou a todos em seu período no Executivo. Em seu retorno, Neves foi só elogios ao seu substituto e chegou a dizer que o presidente do Legislativo “foi muito responsável e um dos principais motivos que fizeram a cidade ter se mantido de pé” durante sua ausência. Por isto, Bagueira é um dos nomes mais especulados para assumir o cargo de secretário executivo, exercido nos últimos anos por Alex Grael.

 

Mudanças em Niterói

Rodrigo Neves (PDT), prefeito de Niterói, promoveu, na última semana, mudanças em secretarias e cargos estratégicos no município. Aliado de longa data, Axel Grael foi exonerado do cargo de secretário executivo para exercer a função de secretário  municipal, originalmente ocupada por Giovanna Victer, que foi para a Fazenda. Já João Henrique Kalache, que respondia pela Comunicação do Executivo, ocupando o cargo de consultor na Secretaria Executiva, também foi exonerado e, para seu lugar, foi nomeado Leonardo Caldeira, que possui passagem pela Fundação de Arte de Niterói (FAN

Curtas

A Câmara Municipal de Niterói receberá, no próximo dia 16, uma audiência pública que irá discutir as alíquotas de IPTU praticadas na cidade. A sessão será presidida pelo vereador Carlos Macedo (PRP).

Único deputado estadual do Rio na Brazil Conference, o gonçalense Renan Ferreirinha (PSB) conta que o ponto alto das sessões foi o discurso do cientista político americano Steven Levitsky.

Segundo Ferreirinha, Levitsky afirmou que Bolsonaro é “uma ameaça à democracia”.

O presidente da Academia Brasileira de Letras, Marco Lucchesi, doou, ontem, uma estante com livros, CDs e DVDs para a biblioteca Aldeia Guarani da Mata Verde Bonita, em Maricá. A ação faz parte do Projeto Ivy Marey, criado em parceria com o cacique Jurema Nunes de Oliveira e outros membros da aldeia.



Segurança para os hermanos

O secretário de Estado de Governo e Relações Institucionais, Gutemberg Fonseca, recebeu, ontem, o cônsul geral da Argentina, Claudio Gutierrez, e oito deputados argentinos para uma apresentação da Operação Segurança Presente. O secretário explicou como funciona o programa, que tem policiais militares, assistentes sociais e agentes civis, e mostrou bons resultados. “É muito importante o reconhecimento de outros países no momento de mudança, confiança e inovação que o Estado do Rio de Janeiro está vivendo”, ressaltou Gutemberg Fonseca, destacando que a Operação Segurança Presente é um programa de resgate da cidadania.

 

Mais notícias de
Informe

Scroll To Top