Assine o fluminense

Família de Neves distribui panfleto

Fernanda Sixel, esposa do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, preso em Bangu desde dezembro do ano passado, divulgou vídeo ontem nas redes sociais em que anuncia a criação de um panfleto, que será distribuído à população por amigos e familiares. O documento levanta questões e aponta supostas contradições que cercam a denúncia e prisão de Neves, considerada arbitrária pela família. A defesa do prefeito suspenso aguarda o julgamento de pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça.

______________________________________________________________________
 

Polêmica e lados opostos 

O secretário disse que não teve acesso ao teor da medida. A questão é polêmica. Por um lado, pais defendem que é possível educar os filhos em casa, modelo que existe em vários países. Por outro, diversas entidades se manifestaram contrárias ao processo.

Aterrissagem teste no aeroporto de Maricá 

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta, comemorou que o aeroporto da cidade recebeu a primeira aterrissagem de teste do início da Operação Piloto OffShore (voos para as plataformas de petróleo). As aeronaves possuem a capacidade de transportar até 18 passageiros. Segundo Horta, o município se consolida como a porta de entrada do desenvolvimento regional. “Serão mais empregos gerados, arrecadação para o município, fortalecimento do turismo e da economia. Maricá entra de vez no circuito do petróleo como opção para o transporte que atende às plataformas do pré-sal.”

 

MP garante ensino em casa 

O governo pretende regulamentar a educação domiciliar por meio de Medida Provisória (MP). Esta semana, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, que está conduzindo a questão, comunicou que redigiu uma primeira versão da MP. 

 

 

Matrícula escolar segue obrigatória

O secretário executivo do Ministério da Educação (MEC), Luiz Antônio Tozi, defendeu ontem que a educação domiciliar deve complementar a educação formal e que matrículas nas escolas seguem obrigatórias. “É um incentivo à participação das famílias no processo de educação. Disso que estamos falando nesse momento”. Tozi defendeu que as crianças não sejam tiradas das escolas. A declaração foi dada durante apresentação dos dados do Censo Escolar no Inep. Regulamentar o direito à educação domiciliar está entre as 35 metas prioritárias dos 100 primeiros dias do governo Jair Bolsonaro.

 
 

Curtas

Em meio à novela em que se transformou o pagamento de taxas para os proprietários de veículos no Estado do Rio de Janeiro, vale lembrar que vence nesta sexta-feira o prazo para o pagamento do seguro DPVAT
para carros com placa de final 9. 

As atividades da quarta edição do programa Startup Rio serão abertas na próxima segunda-feira, na Biblioteca Parque, no Centro
do Rio. O edital “Startup Rio 2019:

Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital no Estado do Rio” selecionou 82 projetos na área de Ciência, Tecnologia e Inovação, sendo 66 no Rio, 10 no Sul Fluminense
e seis na Região Serrana. 

Com o número de 986 inscritos na prova do Enem , 17 internos do sistema penitenciário conseguiram acesso ao Ensino Superior, após
a divulgação dos resultados
do Sisu.


Carta oficial de apoio no turismo  

Para fortalecer o turismo, o Estado do Rio vai estimular a realização de eventos. Para isso, está sendo estruturada a criação da carta de apoio oficial a ser usada pelo organizador de eventos ao buscar recursos, onde o Estado coloca à disposição sua infraestrutura para apoio.

____________________________________________________

 

Novos voos e menos impostos

Outra meta da Secretaria de Turismo é aprovar, no Confaz, a adesão do Rio a um convênio que reduz a alíquota incidente sobre o querosene da aviação, imposto que é cobrado pelo Estado. A ideia é reduzir a alíquota quando a companhia aérea implantar novos voos.
 

Parceria beneficia ensino e pesquisa

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa assinou parceria que trará benefícios a conexão de internet em três cidades do RJ. O acordo de cooperação técnica com o provedor K2 Telecom vai permitir maior capacidade de transmissão de dados na rota entre Rio, Niterói e Petrópolis. O principal benefício será a ampliação da velocidade de conexão em até dez vezes das instituições de pesquisa e ensino dos três municípios. As instituições públicas hoje conectadas à rede acadêmica nacional, que recebem a velocidade de 10 Gb/s, passarão a contar com 100 Gb/s já nos próximos dois anos.

 

 

Mais notícias de
Informe

Scroll To Top