Assine o fluminense
Presidente da Vale na CPI

A CPI do Senado, que investiga o rompimento da barragem de Brumadinho, fará sua primeira oitiva nesta quinta-feira, às 9h. Na condição de convocado, o ex-presidente da Vale Fabio Schvartsman prestará esclarecimentos à comissão. O presidente interino da companhia, Eduardo Bartolomeo, também foi convocado a dar explicações, mas a data do depoimento ainda não foi agendada.

Audiência pública na Alerj sobre Uerj

A Comissão de Ciência e Tecnologia da Alerj, presidida pelo deputado Waldeck Carneiro (PT), realiza hoje a segunda audiência pública desta legislatura. Os presentes irão discutir os desafios e as perspectivas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com a presença do reitor Ruy Garcia Marques. “Um dos temas de maior relevância é a aplicação do repasse orçamentário mensal do Tesouro Estadual em forma de duodécimos às universidades estaduais, garantido através de votação da Emenda Constitucional na Alerj”, declarou Carneiro

Fux nega crise entre Judiciário e MP

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, disse ontem que não há nenhuma crise institucional entre o Ministério Público e o STF. “MP e STF sempre se relacionaram bem e isso continuará”, disse Fux, antes de evento na Fundação Getulio Vargas  (FGV). Sobre a questão do Caixa 2, segundo ele, o destino da ação penal, se irá para a Justiça Federal ou Eleitoral, continua sendo prerrogativa do MP. “No momento da denúncia, o Ministério Público termina de enquadrar as condutas [criminosas]. É nesse momento que você verifica para que Justiça vai. Se oferecer a denúncia por crime eleitoral vai para a Justiça Eleitoral. Se for por crime federal vai para a Justiça Federal. O Caixa 2, por exemplo, depende da origem do dinheiro. Se você aplica na Justiça Eleitoral um dinheiro ilícito, você está lavando dinheiro”, disse Fux.

Palocci volta a acusar Lula

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci afirmou ontem, em depoimento à Justiça Federal, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva combinou o recebimento de propinas em uma negociação para a compra de helicópteros e submarinos da França. Segundo Palocci, os desvios teriam sido combinados diretamente com o então presidente francês Nicolas Sarkozy, em 2009

 

Audiência pública na Alerj sobre Uerj

A Comissão de Ciência e Tecnologia da Alerj, presidida pelo deputado Waldeck Carneiro (PT), realiza hoje a segunda audiência pública desta legislatura. Os presentes irão discutir os desafios e as perspectivas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com a presença do reitor Ruy Garcia Marques. “Um dos temas de maior relevância é a aplicação do repasse orçamentário mensal do Tesouro Estadual em forma de duodécimos às universidades estaduais, garantido através de votação da Emenda Constitucional na Alerj”, declarou Carneiro

Curtas

O Estado do Rio sediará o 17º Simpósio Latinoamericano de Farmacobotânica e o 12º Simpósio Brasileiro de Farmacognosia, de 7 a 10 de maio. Os encontros acontecerão na FMP/Fase, em Petrópolis, para o intercâmbio entre pesquisadores, professores e estudantes. 

  O Centro de Convenções Riocentro sediará, até dia 21, a 31ª Super Rio Expofood 2019. Realizado pela Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), o evento reúne exe

cutivos, profissionais e fornecedores para conhecer as últimas novidades na indústria de alimentos e bebidas, equipamentos e tendências inovadoras para o setor. 
Um relatório sobre a judicialização na saúde aponta crescimento de aproximadamente 130% nas demandas de primeira instância entre 2008 e 2017. A pesquisa, encomendada pelo Conselho Nacional de Justiça e o Poder Judiciário, foi apresentada ontem, em São Paulo.


  Municípios recebem verba

No primeiro repasse de recursos de tributos do mês de março, o governo do Estado do Rio depositou R$ 162,2 milhões para os 92 municípios fluminenses. Os valores correspondem à distribuição de parte da arrecadação de IPI, IPVA e ICMS. Neste montante, os repasses relacionados ao Fundeb não estão incluídos. No mês de fevereiro, os municípios receberam  de R$ 1,13 bilhão.


Missa pelos 10 anos da Lei Seca

Nesta terça-feira, a Operação Lei Seca completa 10 anos. Para celebrar a data será realizada uma missa na igreja da Candelária, no Centro, às 10 horas, com a presença do efetivo da operação e autoridades públicas convidadas. Desde a criação da Operação Lei Seca até hoje, quase 3,5 milhões motoristas foram abordados em mais de 22 mil blitzes em todo o Estado. 

 

Mais notícias de
Informe

Scroll To Top