Assine o fluminense

Divulgação

Cismar Foi inaugurado ontem o Centro Integrado de Segurança Marítima (Cismar), no Comando de Operações Navais, no Rio. A cerimônia foi presidida pelo comandante da Marinha, almirante de esquadra Eduardo Ferreira, e contou com a presença do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid
 
 

Mais empresas 

Até o início deste mês de dezembro, 65.055 empresas foram abertas no estado do Rio de Janeiro, enquanto outras 19.170 foram fechadas. Um saldo positivo de 45.885 novos empreendimentos em território fluminense. Em 2017, 51.895 empresas foram abertas e 17.941 foram fechadas. Comparando os anos, em 2018 houve um aumento de abertura de novas empresas da ordem de 25%. Em 2018, a Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) apresentou avanços relacionados à desburocratização dos processos e registros empresariais, facilitando a vida de empresários e empreendedores fluminenses.

 

Agilidade nos processos 

Entre outros avanços, o RJ reduziu o prazo para abertura de empresas em 57%, segundo indicador mais recente do Banco Mundial - que mede a facilidade de empreender em 190 países. A redução é resultado da ação conjunta de órgãos estaduais e municipais para a otimização de processos e procedimentos. 

 

E na formação de sociedades  

Outro facilitador na abertura de empresas no Estado foi a parceria estabelecida entre a OAB-RJ e a Jucerja. Em iniciativa inédita no País, a OAB oficializou sua entrada no Sistema de Registro Integrado (Regin) para desburocratizar, agilizar e dar transparência no trâmite da construção de sociedades.

Acesso mais fácil para desempregado

Os trabalhadores brasileiros poderão solicitar o seguro-desemprego integralmente pela internet a partir deste mês. O ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, lança a novidade hoje, em Brasília. O objetivo é garantir mais eficiência na prestação de serviços públicos, reduzir custos e oferecer mais comodidade e segurança ao trabalhador. A ação é uma iniciativa do Ministério do Trabalho, desenvolvida pela Dataprev, e estará disponível no Portal Emprega Brasil.  

 
 

Curtas

A partir de sábado, o Museu do Amanhã oferecerá programação de férias gratuita para crianças de todas as idades. As atividades se estenderão até o final de janeiro. Com o tema “Entre o céu e o mar”, a programação conta com oficinas sensoriais para bebês, workshops de acrobacia, compostagem, confecção de pipas e brinquedos sustentáveis, além de noites de observação do céu, exibição de filmes, jogos de bicicletas, aulas de yoga ao pôr do sol, entre outras atrações.

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, assinou convênio para municipalização do trecho da BR-393 que corta a cidade, na altura do Jardim Amália I até a divisa com Barra Mansa.
O programa de Qualificação Setorial da Firjan Senai está oferecendo 9.700 vagas gratuitas para 18 setores industriais. As aulas serão realizadas em 28 escolas, espalhadas em 19 cidades do Rio. O edital completo, com os critérios de participação, está disponível no site da Firjan Senai.


Divulgação/MP-RJ

MPRJ  O ministro do STF Luiz Fux em noite de entrega do Colar do Mérito do Ministério Público

Peculato

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) obteve na Justiça a condenação por peculato da ex-secretária municipal de Saúde Jamila Calil Salim Ribeiro e de outras seis pessoas envolvidas em um esquema de fraude em licitações na área de saúde no município da região serrana. A denúncia foi oferecida pela Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Nova Friburgo.

 

 

Fora de controle

Segundo cálculos da Firjan com base em dados da Secretaria do Tesouro Nacional, só em 2018, um quarto das prefeituras brasileiras gastou R$5,2 bilhões além do permitido com despesas de pessoal.  

Além do limite 

“Foram gastos R$ 5,2 bilhões com pessoal além do que permite a LRF”, afirma Guilherme Mercês, gerente-geral de Posicionamento e Estratégia da Firjan.

Dependência 

A forte dependência das transferências governamentais federais e estaduais, que muitas vezes têm alta volatilidade, agrava o cenário. Atualmente, 82% dos municípios geram menos de 20% de suas receitas.

Custo alto 

Com um total de 11,5 milhões de servidores públicos e custo de R$ 725 bilhões, no ano de 2017, o serviço público brasileiro consome 10,7% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. É o que mostra o Atlas do Estado Brasileiro, plataforma interativa lançada ontem pelo Ipea.

Mais notícias de
Informe

Scroll To Top