Assine o fluminense

Justiça nega suspensão do processo contra Crivella

Pedido foi feito sob alegação de que a Comissão não deu direito ao prefeito a ampla defesa

A Justiça negou nesta terça-feira a suspensão do processo de impeachment do prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella,  que tramita na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, segundo informação obtida com exclusividade pelo RJ 1, da TV Globo.

O pedido havia sido feito pelos advogados de Crivella, sob alegação de que não foi dado ao prefeito, pela Comissão Processante da Câmara de Vereadores do Rio, o direito à ampla  defesa. 

Segundo os advogados do prefeito, que entraram com pedido de habeas corpus, uma petição com fatos novos e novas testemunhas foram apresentadas após o oferecimento da denúncia. 

Segundo o RJ 1, o Ministério  Público discorda da argumentação e diz que o documento é apenas uma resposta à defesa apresentada pelo prefeito. Os argumentos do Ministério Público foram acolhidos pela Justiça. 

Há dois dias, na segunda-feira, a Comissão Processante da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro se reuniu para ouvir 10 testemunhas, mas não foi prestado nenhum depoimento, já que todos os depoentes, todos servidores municipais do Rio de Janeiro, não compareceram à convocação. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top