Assine o fluminense

Miller quer que Janot seja ouvido

O ex-procurador Marcello Miller disse nesta terça-feira que seu destino foi “previamente decidido” pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O comentário de Miller está em uma petição enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF) na qual pede que Janot seja ouvido no processo que investiga se ele atuou como “agente duplo” em favor da JBS no período em que trabalhava no Ministério Público Federal (MPF). Miller pediu demissão em abril.

Segundo o ex-procurador, o depoimento de Janot poderá esclarecer que nunca houve pedido para favorecer a JBS. Na petição, o ex-procurador também colocou seus sigilos fiscal e bancário à disposição do ministro Edson .

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top