Assine o fluminense

Participação popular nas urnas

Prefeitáveis já receberam 18 cartas-compromissos em encontros com entidades representativas de Niterói

Candidatos à Prefeitura de Niterói assinam carta-compromisso com o Pedal Sonoro e se comprometem com a mobilidade

Foto: Colaboração Vinícius Rodrigues

“Garantir a liberdade individual dos cidadãos, independente de cor, raça, credo ou gênero, dando ênfase à comunidade na gestão da segurança pública ou então apoiar projetos e pesquisas que contribuam para o aprimoramento da coleta seletiva e reciclagem, tendo como meta o lixo zero”. Os compromissos acima fazem parte de uma série de responsabilidades assumidas pelos candidatos à Prefeitura de Niterói perante ONGs e a sociedade participativa durante o período de campanha. Desde o dia cinco de agosto até a última sexta-feira, os candidatos já tiveram em mãos 18 cartas-compromissos. E ainda receberão outras até o fim da campanha.

Na última semana, Rodrigo Neves (PV), Dani Bornia (PSTU), Felipe Peixoto (PSB) e Flávio Serafini (PSOL) participaram de uma bicicletada de Icaraí até o Centro e lá assinaram a primeira carta-compromisso, com 10 itens, cujo objetivo foi criar programas voltados para a mobilidade em Niterói, tendo a bicicleta como transporte principal. A organização foi da ONG Pedal Sonoro.

“Eles participaram da bicicletada, assinaram e registramos a carta. Quem for eleito, iremos cobrar. É assim que estamos fazendo ao longo desses anos e assim continuaremos”, disse Luiz Araújo, do Pedal Sonoro, ressaltando que entre as reivindicações do grupo estão a construção de ciclovias na cidade e programas de conscientização no trânsito.

Na última segunda-feira, no Fórum Rio 2017, os candidatos foram convidados a assinar termos de compromissos de 17 órgãos, como ONGs, fóruns e comitês. 

Para o cientista político Marcos Zenaider, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), os encontros demonstram maior interesse da população em reivindicar melhorias.

“Além dessas melhorias, isso demonstra que a cada eleição os candidatos devem fazer um governo participativo, ouvindo os anseios do eleitorado. É primordial que haja esse diálogo”, explica o especialista.

Apesar dos compromissos, nem todos os candidatos compareceram a todos os encontros ou assinaram todas as cartas, sob a justificativa de que alguns itens iriam de encontro às suas propostas de governo. No Fórum Rio 2017, a candidata Dani Bornia não compareceu e Rodrigo Neves (PV), que estava no Tribunal Regional Eleitoral, enviou a secretária de Planejamento, Giovanna Victer, para assinar as cartas. 

Nesta segunda-feira, Rodrigo Neves receberá mais duas cartas-compromissos em encontro com ambientalistas e movimentos sociais no Centro. Felipe Peixoto e Flávio Serafini também disseram que poderão receber outras cartas durante a semana e que serão analisadas. Já Dani Bornia não informou se terá compromissos com esse objetivo. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top