Assine o fluminense

Prefeitura apresenta 200 metas para biênio

O evento foi realizado no Teatro Popular Oscar Niemeyer

Rodrigo Neves afirmou estar satisfeito com o avanço feito nos últimos anos, ressaltando que os próximos 18 meses de gestão serão de ainda mais trabalho

Evelen Gouvêa

A Prefeitura de Niterói apresentou na manhã desta quinta-feira (9) no Teatro Popular Oscar Niemeyer parte do Plano de Metas para o biênio 2019-2020, que abrange, em 200 metas, áreas prioritárias da administração pública. Entre as medidas, entregas de obras como a ampliação da Marquês do Paraná, no Centro, e investimento em ciclovias. Projetos antigos como a Nova Maternidade Alzira Reis e municipalização e reforma do Cinema Icaraí também estão incluídos.

O plano foi dividido em três eixos, sendo Social, Infraestrutura e Desenvolvimento Sustentável e Gestão Eficiente e Transparente. No primeiro, as entregas são voltadas ao bem estar e à qualidade de vida da população, seguido de iniciativas para desenvolver a cidade de forma sustentável e torná-la mais humana, segura e resiliente. O terceiro eixo visa uma administração municipal responsável, com zelo na aplicação de recursos públicos.

As iniciativas foram apresentadas pelo novo secretário de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão (Seplag) de Niterói, Axel Grael, que relembrou avanços importantes da gestão nos últimos anos. Entre as intervenções citadas, a criação do Túnel Charitas-Cafubá, Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), Bicicletário Arariboia, a reforma do Hospital Getúlio Vargas Filho (HGVF), o Getulinho, no Fonseca, e das obras de infraestrutura da Região Oceânica.

Em sua fala após a apresentação do Plano de Metas, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, afirmou estar satisfeito com o avanço feito nos últimos anos, ressaltando que os próximos 18 meses de gestão serão de ainda mais trabalho. O político agradeceu ao apoio da população durante os três meses de prisão, quando acusado de desvio de verba de transporte público. 

“Sou o prefeito mais feliz do Brasil, pois administro a melhor cidade do País. Minha força é a do povo de Niterói. Não são covardias como a que eu sofri que vão  manter minha cabeça baixa”, disse, sendo fortemente aplaudido. 

Neves finalizou a apresentação ressaltando a situação econômica encontrada no início da gestão e sem planejamento a longo prazo. Para 2020, o prefeito afirmou que finalizará o mandato com as contas organizadas e planejamento para o futuro. 

Gestão - Neste eixo, está previsto uma poupança de R$ 200 milhões até 2020 no Fundo de Equalização da Receita, uma poupança pública de royalties. O objetivo é que o montante chegue a R$ 2,5 bilhões até 2040. Também é ação implementar 25 medidas para fortalecer a integridade e transparência da administração municipal.

O plano ainda prevê o lançamento de uma plataforma de serviços inteligentes para a cidadania, ampliação de dados georreferenciados para consulta da população por meio de um banco de dados abertos. Três órgãos municipais terão seu sistema eletrônico de tramitação de processos, dando celeridade ao trabalho. Por fim, o novo Portal da Transparência dará maior facilidade ao acesso de dados. 

Mobilidade - Sem especificar datas, a prefeitura promete entregar a revitalização e ampliação da Marquês do Paraná, cuja obra passou por atrasos devido à dificuldade de desocupação dos edifícios. A via ganhará mais faixas de rolamento, calçadas e novas ciclovias. No segundo semestre deste ano, será iniciado o processo de implantação do projeto de bicicletas compartilhadas através da iniciativa privada.

Da educação à sétima arte 

Para educação, o Executivo municipal prometeu entregar os Cieps Anísio Teixeira, no Fonseca, e Ester Botelho, no Cantagalo, que foram municipalizados e passam por reforma, até julho deste ano. Há a promessa ainda de climatizar mais cinco escolas, além da entrega de duas Unidades Municipais de Educação Infantil e a construção de uma escola até 2020.

No segundo semestre deste ano, a promessa é iniciar a construção da Nova Plataforma Digital de Santa Bárbara. A Prefeitura de Niterói também promete concluir os estudos hidrodinâmicos do Sistema Lagunar Itaipu-Piratininga e do Projeto Parque Orla Piratininga, com obras previstas para outubro. Os estudos para estabilização, assim como início das obras, estão prometidos ainda para este ano. Também está prometida licitação das obras de renaturalização do Rio Jacaré e a criação do Parque Natural Municipal da Água Escondida. 

Ainda para este ano, em julho, foi prometido o lançamento do Plano de Arborização Urbana e do Guia Botânico de Niterói. Ao longo dos meses, também serão plantadas 20 mil mudas de Mata Atlântica. Em até 18 meses, serão implantadas 9 mil pontos de iluminação de Led nas principais vias da cidade, o que permitirá uma economia de cerca de 50%.  

Entre as metas, também estão previstos modernizar os equipamentos culturais contra incêndio e pânico, reformar a Casa Norival de Freitas para a criação da Escola de Música Arthur Maia, municipalização e reforma do Cinema Icaraí e restauração do Solar do Jambeiro até 2020. 

O audiovisual também está no cronograma, com a abertura do 2° edital de Fomento ao Audiovisual e inauguração do Museu de Cinema em 2020.n
 

Promessa de obras de norte a sul 

Para o ano que vem, estão previstos o Novo Centro de Imagem no Hospital Municipal Carlos Tortelly e a entrega da Nova Maternidade Alzira Reis, cuja obra promete iniciar ainda neste ano. O investimento será de R$ 15 milhões. São metas ainda de saúde, reforma das unidades de atendimento e um Programa Médico de Família, no Jacaré, na Região Oceânica. 

As obras de macrodrenagem e pavimentação do bairro, que tinha previsão de término para o ano passado, também foram prometidas para esse ano. Já as dos bairros do Santo Antônio, Engenho do Mato, Maralegre, Serra Grande e Maravista ficaram para finalizar no ano que vem.

Outras obras prometidas são a entrega de mais 2 mil apartamentos do Programa Morar Melhor até 2020, com a finalização também dos condomínios Jardim das Paineiras, no Badu, e Poço Largo, na Ititioca, prometida para o ano passado. Ainda neste ano, deve ser finalizada a reforma da Concha Acústica, no Centro, com a entrega de três quadras.

A produção de gás metano para geração de energia elétrica a partir do processo de biodigestão é uma das 200 metas estipuladas, sendo implantada ainda neste ano no Caramujo. A perspectiva do município é chegar ao nível de 100% do esgoto tratado, inaugurando ainda neste ano a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Sapê e no próximo ano a ETE Badu. A proposta inclui finalizar o Plano Municipal de Saneamento, com despoluição dos rios.

Para 2019, estão planejadas as contenções de encostas dos 54 pontos prioritários. Já no ano seguinte, investir em mais R$ 424 milhões para novas contenções. O funcionamento dos Portais de Segurança também fazer parte do planejamento.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

quem
O projeto habitacional deveria atender uma favela de cada vez. Entrega o condomínio, e elimina a favela fazendo reflorestamento dos morros. Tem que acabar com o esconderijo dos bandidos, e salvar as pessoas de bem das favelas.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top